PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





MITOS E VERDADES SOBRE A DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

MITOS E VERDADES SOBRE A DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

A medicina tem melhorado cada vez mais as técnicas de transplante de medula óssea para o tratamento para pessoas com leucemia, e outras doenças que afetam diretamente as células do sangue. Há o transplante autogênico, quando a medula vem do próprio paciente, e o transplante alogênico, quando a medula vem de um doador. Mesmo com a novidade sendo divulgada, ainda há muitas dúvidas sobre a doação e o transplante de medula óssea. Confira os mitos e verdades sobre a doação de medula óssea e entenda o procedimento e sua importância.

Principais mitos e verdades sobre a doação de medula óssea

1. “O transplantado deve se isolar” – MITO

O transplantado precisa ter um período regrado e cheio de cuidados para total recuperação, mas isso não significa se privar de ver os amigos. Se as visitas forem bem monitoradas, com os visitantes usando máscara e limpos de qualquer infecção externa, torna-se completamente possível o contato com pessoas de fora. As visitas só seriam proibidas para o caso de pacientes muito debilitados.

Lembre-se também que sua vida e saúde são importantes demais para se privar de uma cirurgia importante como essa, a recuperação passa e a melhora fica.

2. “O transplantado passa a ter o tipo sanguíneo do doador” – VERDADE

O transplante não será definido pela aferição da compatibilidade entre doador e receptor, por isso o doador pode ter um tipo sanguíneo que o paciente que precisa de sua medula óssea e ainda ser compatíveis para o transplante. Mas depois do transplante são comuns os casos de mudança do tipo sanguíneo do receptor.

3. “O processo de doação contém riscos ao doador” – VERDADE

Embora o procedimento de coleta das células-tronco da medula óssea seja completamente seguro, o doador por desenvolver algumas complicações relacionadas a anestesia, com dores no local da aplicação. Porém este problema pode ser facilmente controlado com analgésicos comuns.

Só não é recomendável que pessoas com anemia doem a medula óssea pois dependendo do volume retirado, o corpo pode ficar mais enfraquecido por causa da deficiência de ferro já existente.

4.“A doação é destinada a somente um paciente” – MITO

Antes do procedimento você se registrará oficialmente como doador e sua contribuição poderá beneficiar pacientes de todo o pais, já que não é necessário ter o mesmo tipo sanguíneo para obter compatibilidade, como já dito anteriormente.

5. “A desistência de um doador de medula óssea já destinada pode acabar matando o dependente” – VERDADE

A decisão de doar medula óssea deve ser tomada com noção da responsabilidade do ato. Quando você se cadastra para a doação, pacientes compatíveis com você são procurados e começam um tratamento quimioterápico para receber a medula, esta mudança em seu corpo o deixará fraco e a ausência do conteúdo para transplante no momento necessário pode ser fatal. Por isso é recomendável que antes de tornar-se doador de medula óssea você comece doando sangue, pois se acostuma com o ato e faz bem ao mesmo tempo.

Com essas dúvidas esclarecidas, verifique seu perfil como doador em um banco de sangue e aproveite para fazer essa boa ação que além de indolor é muito rápida!






PontoXP © 2006-2019 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!