PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





TIPOS DE TRATAMENTOS PARA ENGRAVIDAR

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Engravidar ,Saúde

TIPOS DE TRATAMENTOS PARA ENGRAVIDAR

Engravidar nem sempre é fácil para alguns casais. Se as tentativas o casal não tiverem sucesso após cerca de um ano, é aconselhável procurar ajuda médica. Antes disso, é considerado normal ter dificuldade para engravidar rapidamente por meio do método mais tradicional: a reprodução sexual. Caso você não tenha conseguido, é bom saber quais são os tipos de tratamentos para engravidar, uma vez que você poderá recorrer a um deles.

Consulte um especialista em medicina reprodutiva, que poderá indicar os vários tipos de tratamentos para engravidar. O ideal é não perder tempo, pois a idade feminina interfere muito nas chances de engravidar. Depois de realizar alguns exames, o médico especialista pode indicar basicamente três tipos de tratamentos para engravidar, dependendo do problema identificado: relação sexual programada, inseminação intrauterina e fertilização in vitro.

Principais tipos de tratamentos para engravidar

1. Relação sexual programada

Todos os tipos de tratamento têm a mesma duração de um ciclo menstrual, mas variam em suas técnicas para garantir a concepção. Na relação sexual programada, acontece apenas a indução da ovulação, que consiste em administrar medicamentos de forma a otimizar o processo ovulatório. Isso significa que o número de folículos, onde estão os óvulos, será aumentado durante o ciclo menstrual. Com o ultrassom, será realizado o controle do crescimento dos folículos, a fim de determinar o momento ideal para a ovulação.

2. Inseminação intrauterina

A intenção da inseminação ultrauterina é possibilitar que os espermatozoides cheguem com facilidade às tubas uterinas, para que ocorra a fertilização dos óvulos no momento programado. Assim, é fundamental que as tubas não tenham obstruções e que o sêmen seja desprovido de alterações graves. É um tratamento mais barato e menos invasivo que outras tecnologias, como a fertilização in vitro.

3. Fertilização in vitro

A fertilização in vitro é um procedimento que era conhecido graças ao termo bebê de proveta. Essa técnica apresenta  maior complexidade, visto que os embriões também são formados em um laboratório especializado em reprodução humana. Esse processo também envolve a indução da ovulação, mas os óvulos são captados da mulher para que a fertilização aconteça no laboratório, usando a técnica de fertilização in vitro, pela qual os óvulos são colocados com os espermatozoides para que haja fecundação, ou pela injeção intracitoplasmática de espermatozoides, em que cada espermatozoide é inserido dentro do óvulo.

A coleta dos óvulos é realizada sob sedação, em um centro cirúrgico, enquanto a obtenção dos esparmatozoides ocorre pelo estímulo peniano. Depois de três a cinco dias da fertilização no laboratório, os embriões são transferidos pela cavidade uterina. Esse procedimento é indolor, já que um cateter bem fino é introduzido no útero, para depositar os embriões. O número de embriões vai depender da idade da mulher, do desejo do casal e da qualidade dos embriões. O teste de gravidez pode ser realizado após 12 dias.

Ao conhecer as técnicas de fertilização, você estará mais preparado para encarar o desafio de engravidar, caso suas tentativas de concepção a partir de relações sexuais não gerem bons resultados.






PontoXP © 2006-2018 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!