PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





TEPT – O QUE SABER SOBRE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

TEPT - O QUE SABER SOBRE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO

O também chamado TEPT é classificado como um dos distúrbios da ansiedade existentes segundo a medicina, sendo que se manifesta por meio de diferentes sintomas. Veja o que saber sobre estresse pós-traumático e qual a sua origem.

Testemunhar ou ter sido a vítima de acontecimentos violentos e outros tipos de situações traumáticas estão entre as principais causas do transtorno do estresse pós-traumático. Os sintomas que surgem podem ser tanto físicos, quanto psíquicos e emocionais. Além disso, ao lembrar-se do fato ocorrido, a pessoa com o distúrbio tem as mesmas sensações vividas naquele momento.

Essa recordação recebe o nome de revivescência, sendo desencadeada por alterações neurofisiológicas e mentais. Os acontecimentos associados ao TEPT podem ser os mais diversos, não apenas quando existe risco eminente de morte, mas também quando a própria pessoa ou terceiros foram humilhadas, assediadas, abusadas, etc.

Existem pessoas mais suscetíveis a ter o estresse pós-traumático. Um exemplo são as crianças que durante a infância sofreram bullying, vivenciaram violência doméstica ou quando tiveram problemas de sociabilização ou aprendizado. O mesmo pode ocorrer com crianças que vivenciaram desastres naturais ou que estiveram expostas à violência urbana.

Mais sobre o que saber sobre estresse pós-traumático

Ao identificar o problema é de extrema necessidade que a pessoa busque tratamento especializado, a fim de evitar que o quadro se agrave. Para tanto, é preciso conhecer quais são os sinais do distúrbio, sendo que entre eles está a reexperiência traumática, que se caracteriza por lembranças e pesadelos espontâneos, que não são controlados e que se repetem com alguma frequência.

Outro sintoma do TEPT é quando a pessoa afasta-se de qualquer situação em que é possível facilitar o processo que desencadearia as lembranças, como se ela previsse que algo poderia ocorrer. O distanciamento emocional é outro sinal, que se manifesta pela falta de afetividade com pessoas e mesmo atividades que antes eram consideradas prazerosas.

Por fim, os demais sinais são hiperexcitabilidade psíquica, caracterizada por episódios de pânico, dificuldade de concentração, irritabilidade, distúrbios do sono e outros, bem como os sentimentos de impotência e incapacidade perante a vida.

Quando o indivíduo percebe que algum desses sintomas está associado à identificação de um evento traumático está na hora de buscar assistência médica. Para ser diagnosticado como estresse pós-traumático é preciso ainda que essas recordações tragam prejuízo à vida social, pessoal e profissional do paciente.

Mesmo que não seja exatamente isso que a pessoa sinta, mas perceba que algo a está atrapalhando é importante buscar um psicólogo, psiquiatra ou terapeuta, pois é possível que exista outro tipo de problema. Os distúrbios de ansiedade se dividem em muitos subtipos e todos eles merecem a atenção devida.

Porém, apenas um profissional capacitado poderá diagnosticar com certeza o caso e indicar o melhor tratamento.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!