QUANDO FAZER RESTAURAÇÃO DE DENTES

QUANDO FAZER RESTAURAÇÃO DE DENTES

Cáries, quebras, trincas, manchas causadas por medicamento ou fluorose ou extrema sensibilidade. Tias problemas dentários são os que pedem a restauração dos seus dentes. Ao sinal de um ou mais desses sintomas, é hora de procurar um dentista, que vai avaliar e diagnosticar qual é o seu problema dentário, e recomendar a restauração, se for necessária, escolhendo o melhor tipo para resolver o seu problema, e que também cubra o seu orçamento para esse tipo de tratamento. Logo, é fundamental saber quando fazer restaurações de dentes.

Em geral, a restauração é feita para que o dente volte à sua forma e à sua função normais. Quando o dentista faz uma restauração, primeiro ele remove a parte do dente que está deteriorada. Depois, ele limpa a área atingida e, então, preenche a cavidade, limpando com um material de restauração.

Mais sobre quando fazer restauração de dentes

O procedimento de restauração e material indicados para seus dentes deverá ser determinado de acordo com o problema dentário e a extensão e a dificuldade do procedimento. O local da boca onde o dente se encontra também aumenta o nível de dificuldade, enquanto o material e a aplicação, contando com material e moldes, se forem necessários, podem fazer os preços variarem. Além disso, é importante conhecer os seguintes tipos de restaurações que os dentistas podem recomendar, e estudar suas opções de tratamento caso esteja precisando.

1. Restaurações de ouro: feitas sob encomenda em um laboratório de prótese e cimentadas no dente em questão. As aplicações de ouro são colocadas no tecido da gengiva e no esmalte dos dentes, podendo durar até mais de 20 anos, sob os devidos cuidados. O lado negativo é que exige muito mais visitas ao consultório do dentista, para um acompanhamento mais intenso.

2. Restaurações de amálgama: feitas de prata, as restaurações de amálgama são resistentes e mais baratas. Por conta da cor escura, assemelham-se à porcelana, ou composto de resina, ficando parecidas mais com o tom original dos dentes.

3. Resinas compostas: também conhecidas como resinas de plástico, as resinas compostas são as que mais se aproximam das cores naturais do dente, portanto, são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural. Os ingredientes são misturados e colocados diretamente na cavidade, onde endurecem, podendo durar até 10 anos.

4. Restauração de porcelana: feitas sob medida por um laboratório de prótese, depois que o dentista retira o molde e envia para o local recomendado por ele. Depois de pronta, a prótese é cimentada no seu dente. Podem combinar com a cor do dente e resistir às manchas com um tratamento adequado para conservação. A restauração de porcelana geralmente cobre a maior parte do dente.