PRIMEIROS SOCORROS DE AFOGAMENTO – O QUE FAZER EM CASO DE AFOGAMENTO

Autor: G. Produções
Publicado em: Saúde

O QUE FAZER EM CASO DE AFOGAMENTO

O verão ainda está longe, mas a chegada de dias um pouco mais quentes tem feito os turistas escolherem cidades litorâneas para relaxarem. No entanto, nem sempre os viajantes carregam na mala a precaução, e, por isso, podem transformar atividades de lazer em tragédias. É o que acontece quando se aventuram, desprovidos de cautela, em cachoeiras, ou mares, e tornam-se vítimas de afogamento.

grey PRIMEIROS SOCORROS DE AFOGAMENTO   O QUE FAZER EM CASO DE AFOGAMENTO

PRIMEIROS SOCORROS DE AFOGAMENTO

Quando alguém se afoga, infelizmente, nem sempre há salva-vidas por perto e, por esta razão, é bom ter alguma noção de primeiros socorros. Imagine deparar-se com um afogamento em plena viagem à praia. É melhor estar preparado, e saber como agir. Em primeiro lugar, é preciso procurar um objeto que servirá de apoio para a condução da vítima até a praia, como uma corda, uma bóia ou algum material que flutue. Caso não haja nenhum por perto, e você souber nadar bem, fique atento se há correnteza ou agitação no mar, próximos a pessoa que está em perigo, e nade até ela prestando muita atenção em seu estado físico.

Se ela estiver consciente, quando alcançá-la, procure segurá-la pelas costas, visto que a situação de desespero em que se encontra poderá dificultar o nado. Ao chegar à margem, caso a vítima ainda esteja consciente, basta aquecê-la e tranquilizá-la, a fim de trazer-lhe calma e segurança. Mas, se não houver reação, e ela estiver desacordada, deite o corpo da vítima de barriga para cima, de preferência em declive, para que a cabeça fique mais baixa que o corpo.

Verifique se há respiração, e se não houver, inicie com urgência a respiração boca a boca. Cheque, também, a pulsação para certificar-se de que ela ainda está viva. Quando não há pulsação, as chances de morte são muitos grandes, e, neste caso, deve-se realizar imediatamente a massagem cardíaca, intercalando duas respirações a cada quinze massagens. Quando, finalmente, a pessoa começar a se recuperar, providencie seu encaminhamento ao hospital mais próximo.

Salvar uma vida é gratificante, mas o preço para a vítima pode ser muito alto. Por isso, não custa nada, quando for viajar, levar na mala um pouco de prudência, e bóias para as crianças.




Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail




Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2013 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!