PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





PERIGOS DE CRIANÇAS USAREM SALTO ALTO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

PERIGOS DE CRIANÇAS USAREM SALTO ALTO

Pode parecer algo simples, mas existem sim perigos de crianças usarem salto alto. Ao caminhar, o ciclo da marcha realiza o movimento natural que começa com o calcanhar tocando o chão e só termina quando o mesmo calcanhar toca o solo novamente, completando uma passada. Isso significa que o passo ideal é definido pelo toque inicial de um dos calcanhares até o toque final do calcanhar com o outro pé.  A partir dos três anos de idade é que o padrão da marcha é definido.

Perto dos cinco anos de idade, o desenvolvimento do calcanhar está completo e a marcha da criança somente vai se aproximar a do adulto aos sete anos de idade. Apesar de se encontrar poucas diferenças entre adultos e crianças nesta fase, a estrutura óssea do pé da criança ainda não está completa, pois seu desenvolvimento irá ocorrer até perto dos 12 anos para meninos e 10 anos no caso das meninas. É por conta deste desenvolvimento que os calçados infantis não devem ter saltos altos e contar com uma sola reta e firme, de forma que dê estabilidade ao caminhar da criança. Isso porque o aumento da altura do calcanhar nesta fase irá provocar modificações no padrão de caminhar. Isso significa que quanto maior for o salto, menor será a participação do antepé no momento do caminhar.

Mas quais são os perigos de crianças usarem salto alto?

Atualmente, as meninas estão sendo estimuladas desde muito cedo a se portarem como adultos, usando calçados com saltos desde muito pequenas. Mas isso pode ser prejudicial para seu desenvolvimento. Confira algumas consequências:

– O pé da menina caba sofrendo sobrecarga na área frontal do pé. Em longo prazo, isso pode terminar com dolorosas alterações, podendo fazer até com que a menina tenha dificuldade em andar sem salto, por um encurtamento da musculatura da panturrilha, além de fadiga muscular.

– A sobrecarga na parte frontal do pé pode também prejudicar a estabilidade do membro, resultando em torções ou quedas.

– A menina pode acabar tendo uma diminuição da força muscular na perna, por conta da maior ocorrência da fadiga muscular. Isso acaba reduzindo ainda a amplitude de movimentos normais do pé.

– O salto alto pode também trazer problemas para a coluna da criança, já que o esqueleto dela ainda está em fase de amadurecimento.  Como o esqueleto ainda não está completamente formado, o uso do salto alto pode acarretar em graves alterações na postura, deformando a coluna. Entre os problemas estão hiperlordoses lombar e cervical, encurtamento da musculatura da panturrilha, diminuição da força da musculatura da panturrilha, o que pode dar problemas na vida adulta. Quando esta criança crescer, pode sofrer de uma grave atrofia muscular, muitas vezes irreversível, tornando difícil andar descalça, a não ser que esteja na ponta dos pés.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!