PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





ONDE TRABALHAR DEPOIS DO CURSO DE ECONOMIA DOMÉSTICA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Empregos

ONDE TRABALHAR DEPOIS DO CURSO DE ECONOMIA DOMÉSTICA

Quem deseja saber onde trabalhar depois de cursar economia doméstica deve saber que conta com uma ampla variedade de opções. Essa graduação, que faz uso de métodos e saberes para garantir uma qualidade de vida melhor a comunidades e pessoas, oferece trabalho no segmento dos alimentos, atendimento infantil, controle da qualidade, educação do consumidor, ensino, vestuário, indústria e comércio, e no desenvolvimento rural e urbano.

Entre as principais atribuições do economista doméstico estão planejamento, implantação e orientação de programas de desenvolvimento. Esses podem ser direcionados a uma série de áreas, o que será definido de acordo com os seus objetivos. Esse profissional também pode promover cursos em comunidades carentes, a fim de orientar como manter a higiene, evitar o desperdício e melhorar a nutrição, mesmo com poucos recursos.

Outra oportunidade de onde trabalhar depois de fazer o curso de economia doméstica é em restaurantes, inclusive os criados pelas políticas públicas governamentais. Além disso, as chances de crescimento na carreira desse profissional estão associadas aos investimentos do governo e do terceiro setor na área social, pois é onde atuam mais frequentemente.

Já nos grandes centros urbanos, os economistas domésticos encontram vagas nas áreas de nutrição e alimento. Porém, é o meio rural que absorve grande parte desses profissionais, que atuam junto à extensão rural, em cooperativas de crédito para pequenos produtores agropecuários.

Dicas sobre onde trabalhar como economista doméstico

Entre os que tradicionalmente empregam quem se forma em economia doméstica estão a Empresa de Assistência Técnica em Extensão Rural (Emater) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Porém, esses profissionais também podem encontrar vagas nas prefeituras e secretarias municipais, como a de assistência social, educação e em abrigos para adolescentes ou idosos.

No setor dos alimentos, o economista doméstico elabora cardápios, ao definir técnicas de armazenamento, manipulação e conservação dos alimentos, levando em conta a sua qualidade nutritiva. Já o atendimento infantil é um campo que opera junto a creches e escolas, onde existem programas destinados ao desenvolvimento da criança.

No controle de qualidade, esse profissional atua junto às indústrias, onde avalia a qualidade dos seus produtos. No desenvolvimento rural e urbano, tem papel fundamental na propagação da informação, esclarecendo a comunidade sobre temas ligados a alimentação, saúde, vestuário, habitação e higiene.

Já o economista doméstico que prefere dedicar-se à educação do consumidor terá que orientá-lo a respeito da compra de bens e serviços. Se a sua escolha for pelo ensino, pode dar aulas no ensino fundamental, médio e técnico. Esse profissional também desenvolve projetos de moradia e orienta trabalhadores sobre o melhor uso do salário.

O graduado em economia doméstica tem importância, ainda, na área do vestuário. Assim, promove cursos de corte, modelagem e lavagem de roupas, os quais vão cooperar no melhor aproveitamento e na conservação das roupas.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!