PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





O QUE SABER SOBRE O EBOLA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

O QUE SABER SOBRE O EBOLA

As últimas notícias têm preocupado a população: não só há um vírus matando pessoas que já viviam em péssimas condições na África, como também existem chances de se espalhar pelo mundo. No Brasil, nenhum caso de Ebola foi confirmado até o momento, mas com nossos portos e aeroportos constantemente ativos, a preocupação é justificável. Pensando nesse problema, o que saber sobre o Ebola?

Confira tudo o que você precisa saber sobre o Ebola

1. O que é o Ebola

O nome científico é Ebolavirus, e foi batizado assim por causa do rio Ebola, onde o vírus infeccioso foi descoberto, em 1976, na República Democrática do Congo.  O Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), nos Estados Unidos, divulgou que as pesquisas mais recentes, feitas depois da epidemia nos países da África, detectaram cinco variações ou subespécies do ebola vírus, e somente uma delas não afeta os seres humanos.

Já houve outros surtos de Ebola na África; os principais aconteceram em 1995, 2000 e em 2007. A diferença para 2014 é que, pela primeira vez, o vírus foi propagado para outros países. Somente neste ano, mais de 1800 casos da doença foram comprovados em países como Guiné, Libéria, Serra Leoa e na Nigéria. Há casos confirmados  também nos Estados Unidos.

2. Como ocorre a transmissão?

O alto contágio ocorreu por conta dos locais de tratamento adaptados para a doença. Eram instalados no meio de lugares com muitas pessoas. O Ebola é transmitido por meio do contato direto com sangue, secreções ou outros fluidos corporais de pessoas ou animais infectados. Ou seja, o contágio pode acontecer também se o indivíduo for exposto a objetos contaminados, como agulhas, máscaras, luvas, e mesmo roupas. Ou ainda pela tosse ou espirro de uma pessoa já infectada.

3. Por que é tão perigoso?

O Ebola mata de forma crual. Sua taxa de letalidade no corpo do ser humano é de 90%, fazendo com que a pessoa morra diretamente por causa do vírus no corpo, e não por consequência de alguma decorrência e complicação a partir dele, como imunidade baixa. Isso acontece porque uma vez alojado no corpo do indivíduo, o vírus atinge as células que revestem a parede interna dos vasos, interferindo na coagulação sanguínea e causando hemorragia interna.

4. Quais os principais sintomas?

Inicialmente, uma pessoa infectada pelo Ebola deve apresentar febre, dores musculares e na cabeça, diarréia, fraqueza e falta de apetite. O agravamento da doença causa tosses, dores no peito, dificuldade de respirar e expelir de excreções, provavelmente com sangue.

5. Tratamento

Ainda não há um tratamento definido como padrão para o Ebola. O que foi feito é um procedimento de cuidados para atender rapidamente os atingidos, principalmente nas áreas de epidemia. Os primeiros atendimentos consistem nos médicos mantendo o paciente hidratado e respirando, além de regular sua pressão arterial. Todo este processo é feito por isolamento do indivíduo.

Há também um soro experimental, desenvolvido por uma empresa de biotecnologia americana e testado em dois americanos que contraíram a doença. A recuperação deles foi positiva. Contudo, o produto ainda está em testes, assim como a vacina de prevenção.

Por enquanto, não há motivo para perder a tranquilidade, pois o Ebola ainda não chegou ao Brasil. Caso isso aconteça, mantenha a calma e corra até um hospital se você apresentar um dos sintomas após o contato com alguém que foi infectado.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!