PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





MERCADO DE TRABALHO PARA QUEM FEZ EDUCAÇÃO FÍSICA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Empregos

MERCADO DE TRABALHO PARA QUEM FEZ EDUCAÇÃO FÍSICA

O mercado de trabalho para quem fez educação física tem crescido nos últimos anos, pois cada vez mais pessoas se conscientizam da importância de cuidarem da sua saúde e do seu bem-estar. Nesse sentido, a demanda pelos profissionais tem aumentando tanto em academias quanto no campo de atuação como personal trainer.

Mais do que uma questão estética, a educação física está aliada à nutrição, à medicina, à psicologia e a outras áreas. Clubes, prefeituras e empresas também têm procurado pelo profissional da educação física, seja para aumentar o seu quadro de professores no município ou mesmo para oferecer, em clubes, modalidades esportivas mais variadas aos sócios.

Já nas empresas, o profissional é contratado, especialmente, quando são implantados os programas de qualidade de vida. Dessa forma, o educador físico promove aos trabalhadores aulas de ginástica laboral, que podem ocorrer de manhã antes de iniciarem as atividades, a fim de reduzir os casos de lesões por esforço repetitivo e outros tipos.

O educador físico também está, mais recentemente, integrando a equipe de funcionários de resorts e hotéis, onde são oferecidas atividades de recreação aos hóspedes. Já as empresas que atuam na área de seguro saúde buscam o profissional para atuar em centros de saúde preventiva.

As vagas para o mercado de trabalho são mais facilmente encontradas nas regiões sudeste e sul do país. O nordeste também conta com uma boa oferta, sendo que a demanda está mais voltada ao setor do turismo, nessa região.

Mais informações sobre o mercado de trabalho para quem fez educação física

De forma geral, quem se forma em educação física, seja licenciado ou bacharel, está preparado para organizar, executar e supervisionar atividades físicas realizadas por grupos ou por um único indivíduo. O profissional também atua junto a crianças e adultos no seu preparo físico quando tais pessoas são esportistas. Junto com o fisioterapeuta, ainda é possível ajudar no tratamento de portadores de deficiência, ao promover a realização de exercícios especiais.

Outro ramo de atuação é a própria docência, tanto no ensino fundamental, como médio e superior. O profissional pode ainda operar junto a grupos especiais, como os formados por gestantes, idosos, cardíacos e doentes que buscam atividades extras.

O ramo da performance, orientando pessoas ou equipes para competição nas modalidades esportivas, também é uma oportunidade que o mercado de trabalho oferece ao profissional, bem como a recreação em spas, cruzeiros e mesmo condomínios. O turismo ecológico, ao coordenar atividades ao ar livre, principalmente no que diz respeito aos esportes radicais e de aventura, é outro campo que cresce.

Depois de formado, o profissional deve se registrar no conselho da categoria (Confef/Crefs) para exercer a sua profissão. Inicialmente, o educador físico pode receber pouco mais de R$ 1.500,00, o que pode variar conforme o local em que atuar, podendo chegar a R$ 2.000,00, dependendo do trabalho.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!