ERROS AO ABRIR UMA EMPRESA

ERROS AO ABRIR UMA EMPRESA

Começar um negócio novo nem sempre é uma tarefa fácil e cometer alguns erros ao abrir uma empresa pode ser determinante no sucesso ou fracasso do novo empreendimento. Lidar com falta de conhecimento sobre o campo, contratar um empréstimo fora de suas condições e problemas com a parceria no negócio pode acabar com a nova empresa antes mesmo de ela começar. O cenário econômico do Brasil exige cautela e muito cuidado para o novo empresário, por isso o ideal é manter o controle sobre as finanças de seu empreendimento, tendo atenção total a qualquer erro que pode terminar em falência. Conheça quais são os 8 erros ao abrir uma empresa e fuja deles!

O primeiro cuidado para evitar um deslize ou um problema maior no futuro é saber escolher bem o sócio, com quem você vai manter uma relação delicada. É preciso avaliar se as duas pessoas tem os mesmos objetivos, uma boa convivência e posturas semelhantes diante de problemas na hora de escolher o sócio. Veja mais dicas a seguir e fuja da falência.

8 Erros ao abrir uma empresa que impedem o seu sucesso

1. Confusão: o primeiro grande erro é na hora de lidar com o dinheiro, confundir quais são seus gastos pessoais e o que é gasto da empresa. Isto pode acabar levando a empresa para o buraco.

2. Plano de negócios: ter um plano de negócios é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Muitos especialistas afirmam que começar um novo negócio sem um plano pode ser o primeiro passo direto para o fracasso.

3. Investir errado: ao abrir um novo negócio, o empresário precisa ter dinheiro, mas isso não é a garantia necessária para o sucesso. Isso porque muitos empresários não calculam corretamente todo o investimento necessário, sem considerar as reais necessidades do empreendimento.

4. Falta de controle: se o empreendedor não realizar o controle dos custos, calculando o que entra e o que sai da empresa, isso pode colocar fim ao novo empreendimento em poucos meses.

5. Uso do capital de giro: para não se arrepender do novo negócio, evite atuar sem estabelecer um prazo de venda do seu produto, considerando principalmente qual é o capital de giro da empresa.

6. Acumular dívidas: para qualquer empreendedor, ter dívidas é muito negativo, ainda mais no começo de um novo negócio. Assumir dívidas e ainda usar recursos emprestados com altas taxas de juros para conseguir saldar o primeiro débito já é meio caminho andado para chegar ao fracasso.

8. Inexperiência: caso você ou o sócio da nova empresa não tenham conhecimento sobre a área que querem atuar, o melhor é adiar a abertura do negócio até que tenham conhecimento sobre este mercado que pretende atuar.