DISSÍDIO COLETIVO SALARIAL, SIGNIFICADO, VALOR

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Empregos ,Mercado, Negócios e Empresas

DISSÍDIO SALARIAL – Quem trabalha com carteira assinada, já deve ter ouvido falar do dissídio coletivo, mas poucas pessoas sabem o que realmente ele é. Para facilitar a vida de muitos trabalhadores, separamos algumas dicas e orientações sobre o dissídio que podem facilitar o entendimento deste termo. Confira:

grey DISSÍDIO COLETIVO SALARIAL, SIGNIFICADO, VALOR

O QUE É DISSÍDIO

O dissídio nada mais é do que um acordo coletivo realizado entre os trabalhadores, empresa e sindicato que rege a profissão, para que seja possível reivindicar, discutir e sugerir aumentos salariais e ainda ações de natureza jurídica. O que for decidido nas reuniões do dissídio deve ser registrado para que, posteriormente, o empregador cumpra rigorosamente. Caso contrário, os trabalhadores e o sindicato podem acionar a Justiça do Trabalho.

Nessas reuniões, os aumentos salariais concedidos uma vez ao ano são negociados, então, cada categoria decide qual a porcentagem de aumento a conceder para seus trabalhadores. Por exemplo, a categoria dos metalúrgicos pode optar por conceder um aumento de 7% no salário dos trabalhadores. Logo, no mês em que for a data do pagamento do dissídio coletivo, além do salário, o trabalhador receberá um aumento de 7%.

COMO É CALCULADO O DISSÍDIO – VALORES

Cada categoria de profissional tem seu sindicato e o aumento é definido entre eles e os empregadores, perante a Justiça do Trabalho. Após a decisão, a informação sobre o valor do aumento, bem como a data em que ele chegará aos salários , devem ser concedidos a cada trabalhador, através de quadros de aviso, comunicados via e-mail corporativo e informações no RH de cada empresa.

Se, por ventura, a empresa optou por conceder um aumento espontâneo, antes da determinação do dissídio ela pode abater a quantidade já paga do aumento do dissídio. Exemplo: a empresa concedeu 3% em junho. Em novembro é a data do dissídio coletivo (Convenção Coletiva), que ordena uma majoração salarial da ordem de 7%. Portanto, a empresa é obrigada a cumprir apenas 4%, pois 3% já foram concedidos.

CURIOSIDADES SOBRE O DISSÍDIO

Alguns sindicatos disponibilizam cartilhas educativas, que trazem informações sobre o dissídio, o mês de pagamento e ainda como é realizado o cálculo da porcentagem para a categoria.

Caso o empregador demita um funcionário sem justa causa, antes do mês de pagamento do dissídio, o trabalhador tem o direito de receber o aumento proporcional aos meses trabalhados até a data do aumento.




Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail




Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2013 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!