PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





DICAS PARA REGULAR O INTESTINO DO BEBÊ

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Bebê

DICAS PARA REGULAR O INTESTINO DO BEBÊ

Estar com o intestino funcionando é muito importante para o bebê, pois além de fazer com que o neném se sinta melhor, é uma forma de evitar problemas futuros desde cedo. Por isso, é importante que os pais saibam também que é normal que o recém-nascido evacue até oito vezes por dia, reduzindo a frequência com o tempo, ficando entre duas e três evacuações. Para saber o que pode ajudar para o bom funcionamento do órgão, confira 5 dicas para regular o intestino do bebê.

Quais são as 5 dicas para regular o intestino do bebê

1. Dar ao bebê alimentos ricos em fibra

Como o bebê mama bastante quando é recém-nascido, as suas fezes saem claras e pastosas. Mas com a inclusão de alimentos na sua dieta, elas podem endurecer. No entanto, para saber se tem algo errado com o seu filho, basta perceber se ele faz muita força para evacuar ou chora devido às cólicas.

Para evitar isso, é preciso priorizar uma alimentação rica em fibras naturais, como as chamadas frutas laxativas (banana-nanica, mamão, laranja, mexerica e ameixa preta). Vegetais como brócolis e couve também são fontes de fibra, além de alimentos como feijão, vagem, lentilha, quiabo, aveia e farelo de trigo.

2. Alimentar o bebê com reguladores do intestino

Já se o seu bebê está com o intestino solto, os alimentos que funcionam como reguladores naturais são as melhores opções. No entanto, é possível equilibrar esses alimentos com outros para prevenir futuros problemas. Sucos coados de goiaba, maçã e pera são bons exemplos. O mesmo pode ser dito de sopas de inhame, mandioca, batata e mandioquinha.

3. Evitar a flatulência

Quando o seu filho estiver com muitos gases ou mesmo para evitar essa situação que pode causar cólicas, é ideal incluir as leguminosas (lentilha, grão de bico, feijão e ervilha) na dieta do bebê. Por outro lado, o açúcar causa fermentação e distensão do abdômen, provocando gases. Sendo assim, o seu consumo deve ser reduzido.

4. Evitar alimentos que causem cólicas

Refrigerantes, chocolates, frutas cítricas, amendoim, ovos, alho, café e chás com cafeína (preto, mate e verde) são alimentos que devem ser reduzidos da dieta da criança, pois podem causar cólicas. Em alguns casos, os derivados do leite também, sendo que é importante observar quando a criança começa a chorar, o que é um possível sinal de cólica, e pensar o último alimento que ela ingeriu. Essa atitude vai ajudar na identificação do que está causando o problema.

5. Ter precaução com os leites industrializados

Caso você precise acrescentar algum tipo de leite que não seja o materno à dieta do bebê, é preciso ter muito cuidado, pois essa mudança pode ser prejudicial a ele. É importante que a fórmula seja adequada à criança, caso contrário, além de cólicas, o leite pode causar alergias. Também é válido diluir bem o leite em pó, para não ficar forte, evitando que as fezes saiam ressecadas.

Coloque em prática as 5 dicas para regular o intestino do bebê e tenha ótimos resultados.






PontoXP © 2006-2018 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!