DICAS DE REEDUCAÇÃO FINANCEIRA

DICAS DE REEDUCAÇÃO FINANCEIRA

Poucas pessoas hoje em dia mantém um planeamento financeiro pessoal a longo prazo e, por isso, não raro estão devendo dinheiro, pagando juros de contas atrasadas e até mesmo com o nome sujo na praça. Para evitar que tudo isso aconteça com você, nunca é tarde demais para aprender a fazer planejamento do seu dinheiro com algumas dicas de reeducação financeira.

Dicas importantes sobre reeducação financeira

A primeira dica é entender o próprio orçamento, colocando na ponta do lápis, no Excel ou mesmo em aplicativos que servem para organizar as finanças tudo o que é gasto mensalmente por você e o quanto você recebe de salário e das suas demais fontes de renda. Na parte dos gastos, você pode dividir entre gastos fixos (aluguel, luz, água, telefone, etc) e os que temporários (compras parceladas, mensalidade da academia, faculdade, cursos, etc).

A partir de então, você terá que sempre anotar os seus gastos. Uma das dicas de reeducação financeira é que faça isso diariamente, ao final do dia. Dentro de dois meses, você já ter uma ideia mais clara para onde vai o seu dinheiro e a partir disso pode reduzir gastos em itens supérfluos, se precisar.

Mesmo que você não tenha uma meta, como comprar uma casa ou um carro, é importante fazer essa organização e mesmo guardar um pouco de dinheiro por mês. Assim, quando você precisar comprar um eletrodoméstico, por exemplo, poderá ganhar um bom desconto se pagar à vista.

Como fugir das dívidas com organização

Infelizmente, muitas pessoas esperam entrar no negativo para finalmente entender como funciona o seu orçamento, mas não é preciso esperar que isso aconteça. Há também quem comece a se preocupar com o planejamento somente quando precisa fazer um financiamento ou empréstimo.

Isso é fundamental para saber se terá como pagar as parcelas mensais e se vai ser necessário eliminar alguns custos. Mas se você se planejar financeiramente o quanto antes, será muito mais fácil de realizar os seus sonhos materiais, como ter a casa própria ou mesmo viajar nas férias. Assim, outra das dicas de reeducação financeira é entender o valor do dinheiro e que é preciso economizar, além de gastar com inteligência.

Dessa forma, é possível gastar com o que realmente é importante e guardar um pouco para as emergências, que se nos pegarem de surpresa podem causar um grande estrago no orçamento. Isso vai evitar a necessidade de empréstimos, que podem virar uma bola de neve, resultando ainda em perda de dinheiro.

Muitas pessoas também vivem do cheque especial porque são viciados em compras, reflexo do consumismo exacerbado e mesmo quem não tem dinheiro para extravagâncias não consegue se controlar. Outra dica de reeducação financeira, portanto, é aceitar que nem tudo se pode ter, quando é preciso pagar, mas que isso não deve interferir na felicidade de cada um.