CUIDADOS COM GRAVIDEZ DE ALTO RISCO

CUIDADOS COM GRAVIDEZ DE ALTO RISCO

Existem muitos cuidados com gravidez de alto risco que devem ser seguidos à risca. Quando a mulher não segue as recomendações do seu médico, ela coloca não apenas a sua vida em risco, mas também a do bebê, que pode nascer com problemas de desenvolvimento.

Entre as principais causas de uma gravidez de risco estão o consumo de álcool ou o hábito de fumar durante a gestação, bem como condições ambientais e sociais precárias, gravidez de gêmeos e pré-eclâmpsia (hipertensão, dores de cabeça, disfunção renal, edemas, etc). O alto risco também ocorre quando a mulher possui uma doença antes de engravidar, se tiver menos de 15 anos e mais de 40 anos, se já sofreu aborto, se tem hemorragias durante a gravidez ou se tem HIV.

Cada caso é um caso e, por isso, os cuidados com gravidez de alto risco dependem de cada mulher, em especial, do problema constatado. Além disso, fazer os exames do pré-natal e ter acompanhamento médico vai facilitar a identificação de possíveis problemas, facilitando o seu tratamento. Ou seja, quanto antes for identificada a gravidez de alto risco, melhor.

Em geral, o médico responsável indica à gestante de alto risco que repouse e tenha uma alimentação saudável, o que todas as futuras mamães devem fazer. Porém, nesse caso, os cuidados devem ser redobrados. E mais: o medico especialista pode receitar remédios para que a gestação aconteça sem maiores complicações.

Mais cuidados com gravidez de alto risco

As visitas ao obstetra devem ser feitas com maior periodicidade em caso de gravidez de alto risco, assim, o médico poderá acompanhar mais adequadamente o problema que a gestação está enfrentando. Mais do que nunca, a alimentação da gestante deve ser rica em cereais integrais, peixe, carnes brancas, frutas, vegetais e sementes. Já os doces, frituras, fast food, embutidos e produtos congelados e industrializados como um todo devem ser reduzidos ao máximo da dieta da gestante.

O mesmo serve para algumas bebidas, como os refrigerantes, café e alimentos com adoçantes artificias. Nem precisa dizer que a bebida alcoólica deve ser banida de uma gestação, mesmo as que não sejam de risco. Dessa forma, será possível controlar o peso, o que é uma necessidade de muitas mulheres, a fim de evitar maiores complicações durante a gestação. O excesso de peso, em alguns casos, pode ocasionar hipertensão e diabetes na mãe, ou mal formação do feto.

Por fim, o repouso numa gravidez de alto risco é de extrema necessidade. Nem pense em fazer força, carregando objetos pesados ou fazendo longas caminhadas. Remédios só devem ser usados se prescritos pelo médico e o fumo também é outro hábito que pode causar má formação no feto, além de provocar aborto.