COMO SER UM BOM ÁRBITRO DE FUTEBOL

COMO SER UM BOM ÁRBITRO DE FUTEBOL

O árbitro, também chamado de juiz, é o profissional responsável para que os jogadores cumpram as regras do futebol, embora ele possa atuar em muitos outros esportes. Para quem deseja seguir essa carreira, algumas dicas de como ser um bom árbitro de futebol podem ajudar muito.

Saiba como ser um bom árbitro de futebol

Para início de conversa, o árbitro não necessita formação superior. No entanto, é preciso fazer um curso de formação especifico. Em São Paulo, há o curso da Federação Paulista de Futebol (FPF), com duração de um ano, sendo que existem pré-requisitos, como ter idade máxima de 30 anos e altura mínima de 1,60 m. Os futuros árbitros também não podem ser portadores de deficiência física incompatível à prática de arbitragem.

O outro curso para árbitros em São Paulo é o curso do Sindicato de Árbitros de Futebol de São Paulo (SFESP), com duração de três meses e que pode ser feito por qualquer pessoa nas escolas vinculadas à Federação Estadual de Futebol. Além das regras do futebol em si, esses cursos ensinam psicologia do esporte e noções de preparação física, entre outros assuntos importantes para a prática da arbitragem.

Para ser um bom árbitro de futebol não basta ter esses conhecimentos apenas na teoria. É preciso desenvolver habilidades na prática, como ter um bom preparo físico e mental, além de liderança, autoridade, honestidade e, acima de tudo, imparcialidade. Por mais que os juízes tenham fama de serem mal vistos em campo, a verdade é que se trata de uma profissão bastante concorrida.

Para se destacar como árbitro de futebol, é importante que o profissional tenha todas as características importantes para a sua função, já que muitas são as pessoas com essa formação no Brasil. É essencial saber ainda trabalhar em conjunto, pois o árbitro do futebol tem o auxilio de dois assistentes, mais conhecidos como bandeirinhas. Juntos, os três devem manter as partidas de futebol em equilíbrio, fazendo com que as regras sejam cumpridas.

O profissional que atua nessa carreira também vai ser considerado um bom árbitro se for responsável com os seus compromissos, já que é normal que ele tenha que estar presente no local do jogo algumas horas antes do começo da partida, a fim de cumprir toda a burocracia que envolve a sua função.

Ele também precisa ficar em torno de quatro horas após o fim da partida no local do jogo, uma vez que é ele quem deve entregar o relatório a respeito da partida. Vale dizer ainda que mesmo que o preparo físico seja importante, o árbitro não precisa ter habilidade de jogador e precisa estar disposto a viajar por todo o país.

Mulheres também estão procurando a formação de árbitro, aumentando a concorrência. A média de salário é de R$ 150,00 por partida. Por isso, muitos profissionais optam por ter um segundo emprego.

Agora que você sabe como ser um bom árbitro de futebol, é só fazer a sua parte para ser um profissional reconhecido.