COMO RECORRER ÁS MULTAS DE TRÂNSITO – RECURSOS DE MULTAS

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Carros

RECORRER ÁS MULTAS DE TRÂNSITO – As multas de trânsito, além do prejuízo financeiro, também tiram pontos na carteira de habilitação. Por isso, antes de sair pagando sem sequer ler a carta de aviso que chega à sua residência, preste atenção nas informações contidas, pois em alguns casos você pode recorrer. Se você acredita que a multa recebida é indevida, siga as nossas dicas e saiba como recorrer às multas de trânsito. Preparamos um guia de locais, documentação necessária e outras dicas para que você motorista, possa ficar por dentro dos seus direitos junto ao código de trânsito brasileiro.

grey COMO RECORRER ÁS MULTAS DE TRÂNSITO   RECURSOS DE MULTAS

ONDE IR PARA RECORRER A MULTA DE TRÂNSITO

A confusão começa com a popularidade que o Detran (Departamento de Trânsito) tem entre os motoristas. Ele não é o órgão responsável por julgar os recursos de multas, então o motorista perde a esperança e fica sem saber como recorrer às multas de trânsito já recebidas. É de competência da JARI (Junta Administrativa de Recurso de Infração) o julgamento em primeira instância das multas consideradas irregulares, portanto é lá a primeira alternativa a ser seguida.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA RECORRER UMA MULTA

A frase é antiga, porém, real: Cada caso é um caso e deverá ser avaliado um a um. Aqui iremos abordar as multas irregulares mais comuns, são aquelas em que o motorista recebe em casa o aviso de multa por excesso de velocidade em um local que não estava (fato corriqueiro em casos de carros dublês/copiados). Nesse caso é preciso reunir todas as informações sobre a copia do veículo (que podem ser levantadas em qualquer delegacia) e assim que chegar a multa retirar o formulário de recurso no órgão responsável de cada cidade (Detran ou Agência Municipal).

Além disso, o motorista deverá reunir cópias dos seguintes documentos:

– Identidade (RG ou equivalente),
– CPF,
– Carteira Nacional de Habilitação (CNH),
– Cópia dos documentos do carro – CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Cuidado para não confundir com o CRV),
– Notificação da multa – Na ausência desta, cópia do AIT (Auto de Infração de Trânsito), registro fotográfico ou extrato informativo de multas,
– Comprovante de residência (contas de água, luz, telefone),
– As duas vias do recurso já preenchido, além de cópias de comprovantes com informações que possam contestar a infração, como atestados, declarações notas, recibos, entre outros.

Existem também outros motivos que podem invalidar uma infração:

– Falta de identificação ou assinatura da autoridade ou agente de trânsito;
– Qualquer dado obrigatório que não esteja constado ou apresente erros e rasuras;
– Falta ou incorreto preenchimento da placa do veículo;
– Infração cometida por incorreta, insuficiência ou falta de sinalização (inclusive gestos e sons);
– Infração não prevista no Código de Trânsito.

Os motoristas só têm como recorrer às multas de trânsito dentro do prazo máximo de 30 dias após a notificação da infração.




Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail




Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2013 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!