PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO PERCEBER PROBLEMAS PELAS FEZES DO BEBÊ

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Bebê ,Saúde

COMO PERCEBER PROBLEMAS PELAS FEZES DO BEBÊ

Saber como perceber problemas pelas fezes do bebê é muito importante para prevenir situações mais sérias. O primeiro passo é saber como elas devem ser. Assim, fica mais fácil perceber algo errado. No primeiro ano de vida, é normal que o coco do bebê mude de aspecto várias vezes.

Nesse período, o seu filho passará por diferentes mudanças no organismo e isso vai alterar normalmente o aspecto das fezes. Além disso, antes de se preocupar com alguma mudança, é preciso avaliar se a criança está com outros sintomas, entre eles, vômito, gases, distensão abdominal ou náuseas.

Vale lembrar que, nas primeiras evacuações, o recém-nascido elimina o que é chamado de mecônio, que é o coco produzido quando estava no útero da mãe. Esse tipo de coco é escuro e com consistência grudenta e mole, sendo mais difícil de limpar. Depois, quando o bebê começa a ser amamentado, o seu coco fica mais líquido, torna-se amarelado, ou mesmo amarronzado ou esverdeado.

Como passar dos meses, as fezes do bebê são acompanhadas de pequenos grumos, mas não consistentes. Como elas continuam líquidas, os pais podem achar que é diarreia, mas não é. O coco do bebê fica mais pastoso somente a partir do terceiro ou do quarto mês de vida.

Dicas de como perceber problemas de saúde pelas fezes do bebê

Quando o bebê se alimenta não apenas do leite materno, mas também de fórmulas, o aspecto do coco pode mudar conforme o tipo de produto que ele estiver ingerindo. Com o aleitamento misto, o mais normal é que as fezes do bebê fiquem mais consistentes.

É importante, ainda, levar em consideração a frequência das evacuações. É normal que, nas primeiras semanas, o bebê evacue todas as vezes que mama, o que é chamado de reflexo gastrocólico. Após o primeiro mês de vida, a frequência é reduzida e, então, o bebê evacua de três a quatro vezes por dia.

Além disso, existem casos em que a criança pode ficar sem evacuar por até seis dias, até completar quatro meses. Isso não é um problema se ela não demonstrar outros problemas, como cólicas, ou se o coco não estiver endurecido, ainda mais se a criança for amamentada apenas com o leite materno.

Já por volta do sexto mês, quando a criança começa a ingerir novos alimentos, a consistência do coco vai depender do que ela estiver comendo. A preocupação deve ocorrer em casos de diarreia ou constipação, mas como a frequência das evacuações pode variar muito, confere aos pais observar quando existe uma mudança significativa.

A preocupação deve ser maior, entretanto, quando o coco do bebê estiver com sangue ou com muco. No primeiro caso, pode ser diagnosticada alergia à proteína do leite de vaca. Na segunda situação, isso pode representar inflamação do intestino. Além disso, as fezes devem ser sempre coradas; quando forem brancas também pode ser motivo de preocupação e você deve consultar o pediatra.

Agora você já sabe como perceber problemas pelas fezes do bebê.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!