PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO NÃO INVADIR A PRIVACIDADE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Dicas

COMO NÃO INVADIR A PRIVACIDADE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES – A adolescência não é apenas difícil para os próprios como, muitas vezes ainda mais para os seus pais, que se frustram ao perceber que os seus eternos bebês cresceram e não são mais dependentes deles. Nesse ponto, os pais devem saber como não invadir a privacidade de crianças e adolescentes.

Ao invés de ficarem orgulhosos, muitos sentem-se excluídos da vida dos filhos e começam, até mesmo, pensar que o adolescente está escondendo coisas, quando na verdade apenas está sendo um adolescente. Por causa disso, começam a bisbilhotar, o que pode ser muito prejudicial para a relação, ainda mais se o filho descobrir que estão mexendo em suas coisas.

COMO NÃO INVADIR A PRIVACIDADE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

É preciso saber como evitar invasão de privacidade também para que os pais não encontrarem alguma coisa sem importância e se preocuparem à toa. Por mais que a vontade seja grande, entretanto, é preciso que os pais se controlem e tenha o cuidado para não invadir privacidade dos filhos.

Se o seu filho está diferente, por exemplo, o melhor que se tem a fazer é conversar com ele. Além disso, a tendência é que pais que deram uma boa educação, dando bons exemplos, ensinando com afeto e mostrando que é preciso ser responsável não precisam temer as atitudes de seus filhos.

Como não invadir a privacidade de crianças e adolescentes

Os cuidado para não invadir privacidade dos filhos incluem uma série de atitudes, mesmo aquelas que, às vezes, os pais nem identificam como invasão de privacidade. Exemplos são fuçar no celular dos filhos, na mochila, nos armários, seguir eles nas ruas e conversar com os amigos dele com o intuito de obter informações.

Já quanto à Internet o assunto é bastante polêmico e quando os seus filhos são pequenos existem formas de controlar o conteúdo visto por eles, o que é até aconselhável por muitos especialistas em educação. No entanto, quando eles são maiores a prática deve ser abolida para saber como evitar invasão de privacidade.

Por isso, pais devem educar seus filhos desde pequenos com muito amor, afeto e informação para que eles tenham confiança e quando tiverem dúvidas e problemas sintam-se confortáveis para conversar. No entanto, questões do dia-a-dia são mais prováveis que eles prefiram falar com os amigos, o que é normal nessa fase.

Na adolescência, o afastamento do núcleo familiar é normal uma vez que meninas e meninos descobrem sua individualidade e para explorar isso precisam estar sozinhos. Quando o filho, entretanto, se aproxima para conversar, o melhor que os pais têm a fazer é ouvir mais e falar menos, sem criticar ou julgar. Caso contrário, ira somente afastá-lo mais.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!