PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO LIDAR COM QUEM TEM TOC

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

COMO LIDAR COM QUEM TEM TOC

O TOC, Transtorno Obsessivo Compulsivo, é um transtorno mental, na categoria dos transtornos de ansiedade. O TOC se manifesta através de alterações no comportamento, como compulsões ou rituais, hesitações e repetições. Pode afetar também os pensamentos, como preocupações excessivas ou obsessões. A principal característica é o pensamento obsessivo, quando impulsos ou imagens invadem a mente, acompanhadas de desconforto ou ansiedade, além dos rituais, que são os atos comportamentais repetitivos e voluntários, que são realizados com o intuito de reduzir a aflição das obsessões. Mas para quem convive como uma pessoa que sofre do transtorno, fica a dúvida de como lidar com quem tem TOC.

Os tipos mais comuns de obsessão envolvem a preocupação excessiva com contaminação germes ou sujeira; preocupação com simetria, sequência ou alinhamento de objetos; pensamentos ou impulsos de agredir, insultar ou ferir outras pessoas; preocupação em economizar, armazenar ou guardar coisas inúteis; preocupação excessiva com doenças ou com o corpo; obsessão com crenças religiosas; pensamentos supersticiosos, como cores de roupa, números especiais, horários e nomes, entre outros sintomas.

Você sabe como lidar com quem tem TOC?

Em alguns casos, dentro da família, o TOC é tratado inicialmente como manias, o que pode acabar servindo para piorar o quadro da pessoa, que podem resultar ainda em separações ou problemas sérios no seio familiar. Mas quando o TOC é diagnosticado corretamente, ele se torna uma doença familiar, porque muitas vezes a pessoa afetada é o pai da família e todos precisam se readaptar a seu novo comportamento, suas rotinas e até mesmo o modo de lidar com as finanças.

A família pode ajudar muito no tratamento, mas também atrapalhar, tornando mais intenso os quadros de compulsão. Pesquisas já revelaram que fora do ambiente familiar as compulsões tendem a diminuir, porque a família tende em muitos casos a participar dos rituais do paciente, sempre seguindo suas manias. É comum que por conta disso, os terapeutas costumem incluir os familiares no tratamento do transtorno.

Como identificar os sintomas do TOC

Se você passar a desconfiar que alguém da família está seguindo manias de forma exagerada, a melhor recomendação é procurar por acompanhamento médico. Antes da consulta, fique de olhe em algumas questões que podem ajudar o médico no diagnóstico, como os sintomas diferentes que foram percebidos no paciente. É interessante ter também já anotada se as situações se repetem em determinados horários e que horários são estes. Se o problema já estiver ocorrendo há tempos, é sempre bom tentar lembrar com mais clareza possível quando foi que os primeiros sintomas começaram a aparecer, em que momento da vida do paciente as mudanças no comportamento foram identificadas e como elas evoluíram desde então. É importante também tentar se recordar se houve alguma situação ou pessoa que pode ter contribuído para desencadear o transtorno.

Se a pessoa já tiver realizado algum tipo de tratamento, liste qual foi e quais resultados foram obtidos. Também é importante informar se existem outros familiares com o mesmo problema. Mas o fundamental mesmo é sempre demonstrar compreensão e amor, que são os melhores remédios na maioria dos casos.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!