PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO LIDAR COM A SEPARAÇÃO DOS PAIS

Autor: G. Produções
Publicado em: Informações Gerais

COMO LIDAR COM A SEPARAÇÃO DOS PAIS – Quando um casal se propõe a casar, jamais pensam na possibilidade de um dia esse casamento acabar, mas claro que isso não está imune de acontecer. A cada dia é mais comum ver um casal se separando e hoje isso acontece cada vez mais cedo. Os casamentos hoje acabam bem mais cedo que antigamente, quando um casal, mesmo em crise, fazia de tudo para não chegar a esse extremo, principalmente se tivessem filhos.

COMO LIDAR COM A SEPARAÇÃO DOS PAIS

Filhos. Esse é outro problema a ser enfrentado em uma separação já que nem todos aceitam muito bem. Existem centenas de casos de filhos que sofrem tanto com a separação dos pais que chega ao extremo de ter que fazer algum tratamento com psicólogo para aprender a encarar a nova situação. Mas porque isso é tão doloroso? Quem enfrenta melhor a separação dos pais, os filhos mais novos ou mais velhos? Vamos então entender melhor sobre esse assunto.

Essas são as duas questões que com certeza pesam mais no processo de separação. Antes da separação física que acontece com o divórcio, a separação emocional já existe. Nenhum casal separa do dia para noite e até chegar esse extremo, a criança deve ter passado por situações como brigas em casa, desentendimento e em casos mais extremos, violência entre o pai e a mãe ou até mesmo entre os filhos também.

A questão do status pode pesar para crianças menores, pois sempre é complicado para a criança entender porque os pais dos seus amiguinhos moram juntos e os seus não. Isso leva os pequenos a sentirem-se excluídos e diferentes se auto colocando em um patamar abaixo. Isso de fato ainda acontece mesmo sendo tão comum o divorcio hoje em dia.

Quando se é menor, esse processo afeta diretamente nos filhos pois o mesmo tem que escolher com quem ficar ou até mesmo ficar com um querendo ficar com o outro. Para a justiça, a prioridade da guarda dos filhos sempre será da mãe até que a mesma não apresente condições reais de ficar com os filhos. Isso dificulta muito em caso de pequenos que preferem ficar com o pai e o conflito de relações entre mãe e filho pode piorar a partir disso.

No caso de mais velhos, varia muito. Alguns optam por sair de casa e outros encaram tranquilamente a separação e acabam por dividir-se entre as duas casas. Sempre haverá aquele momento onde o filho vai preferir estar com a mãe ou o pai.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!