PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO GANHAR DINHEIRO COM ARTESANATO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Ganhar Dinheiro ,Mercado, Negócios e Empresas

É comum ouvir por aí que só quem vive bem de artesanato é hippie, certo? Errado! É totalmente possível viver da sua arte se você tiver um objetivo bem definido e encarar o trabalho como um negócio. Entre as inúmeras vantagens de ganhar dinheiro com o seu artesanato está: flexibilidade de tempo, liberdade para criar, independência financeira, crescimento pessoal e profissional. E com a ajuda dos recursos virtuais e mídias sociais, hoje em dia você pode faturar bem com seus produtos e tornar-se referência conquistando seu público. Saiba como ganhar dinheiro com artesanato seguindo algumas dicas simples.

Dicas de como ganhar dinheiro com artesanato

1. Se dedique e se especialize

Além do talento, será necessário ter foco e aperfeiçoamento contínuo como um investimento no seu trabalho, para que você consiga alcançar novas técnicas e produtos novos objetos que serão de interesse das pessoas para venda. Não adianta só saber fazer por exemplo, pulseiras de palha, mas sim bolsas, colares e outros muitos acessórios para saber oferecer variedade.

COMO GANHAR DINHEIRO COM ARTESANATO

É importante também saber trabalhar com mais de um material. Quem não quiser um porta toalha da cozinha de E.V.A por exemplo, por preferir um de garrafas pet. Os cursos físicos são ótimas opções para este investimento, mas em alguns casos podem ser caros e longe da sua casa, além de exigir material. Então que tal comprar os utensílios e aprender em casa com vídeos tutoriais que podem ser encontrados online? A internet ajuda ainda a buscar inspirações para novos produtos, mas lembre-se que você deve se inspirar, e não copiar!

2. Divulgue seu trabalho

Hoje em dia com a internet, a comunicação tem se tornado mais ampla e atingido mais canais de forma mais eficaz, e esta pode ser a maior ferramenta de divulgação dos seus trabalhos manuais para venda física e até mesmo online, por que não? Fotos em boa resolução e uma boa descrição do produto podem atrair compradores nas redes sociais. Esteja pronta para responder desde dúvidas sobre confecções até sobre entregas, passando é claro, pelo preço dos produtos.

3. Cobre preço justo

Muitos acabam parando também nesta clássica dúvida: “Quanto cobrar pelo meu trabalho artesanal?”. Para responder a esta pergunta leve e consideração dois fatores: o valor da matéria prima para a confecção, e o tempo que você levou para executar o trabalho. Por exemplo, supondo que você fez uma bolsa de pano, com um material que custou R$ 10,00, este será o valor inicial do produto, para que você recupere o valor gasto no investimento, e então acrescenta um preço por hora, como mais R$ 10,00. Se você levou uma hora para confeccionar a bolsa, então seu preço será R$20,00.

4. Onde vender

Você poderá fazer uma divulgação presencial, levando para seu trabalho ou faculdade e mostrando para amigos, que vão falar para outros amigos e o famoso “boca a boca” acontece. Ou utilizar a internet, onde já se estipula o preço do produto. Há sites próprios para vendas pessoais, que deixam que você use a hospedagem deles para vender seus produtos. Mas lembre-se de adicionar a discrição que são produtos feitos por você, para valorizar seu trabalho e fazer com que as pessoas o procurem novamente. Seguindo essas dicas à risca você começará a ver resultado. Basta ter persistência e trabalhar com transparência fazendo bom uso das mídias sociais a seu favor e logo o retorno virá.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!