PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO FAZER A DIETA DOS HORMÔNIOS

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

COMO FAZER A DIETA DOS HORMÔNIOS

Se você quer saber como fazer a dieta dos hormônios, essa receita consiste em entender um pouco sobre o papel de cada um deles no organismo. Assim, vale dizer que o cortisol é um hormônio responsável, em partes, pelo ganho de peso. No entanto, isso apenas quando ele está em excesso na corrente sanguínea e isso ocorre justamente quando o indivíduo está em uma situação de estresse.

Ou seja, nesse momento, o hormônio do estresse, o cortisol, motiva um tipo de bagunça metabólica, tornado o glicogênio em açúcar, aumentando os níveis de ansiedade e por aí vai o estrago. No entanto, em quantidades normais, o cortisol faz bem, sendo que é ele quem nos deixa em alerta em caso de perigo. Por outro lado, reduz a queima calórica para poupar energia em situações de risco.

Isso significa que esse hormônio também retém sal e água, a fim de criar reservas. Já os aminoácidos, como o triptofano e a fenilalanina, estão associados aos hormônios da felicidade, como serotonina. Assim, investir em uma alimentação rica em opção que contenham essas substâncias é a dieta dos hormônios, que mantêm o salto astral e longe os níveis elevados de cortisol.

Os alimentos ricos em fenilalanina são os ovos, arroz integral, peixes, frango e frutas. As opções fontes de triptofano são batata, lentilha, amêndoas, nozes, soja, iogurte, queijo branco, banana, abacate, mel, grão-de-bico e legumes. Enquanto isso, o tri arroz integral, feijão e leite contam com ambas as substâncias.

Dicas de como fazer a dieta dos hormônios

Apostar nos alimentos ricos nos aminoácidos triptofano e a fenilalanina fazem com que o cortisol mantenha os seus níveis normais no organismo, evitando entre outros quadros a ansiedade, que por sua vez, faz com que se tenha vontade de comer alimentos ricos em carboidratos. Isso acontece porque esse nutriente aumenta os níveis de açúcar no organismo, acalmando-o.

Especialistas afirmam que o mais comum é que as taxas de cortisol se elevem no final da tarde e se mantenham assim pela madrugada, por isso, algumas pessoas acordam nesse horário para atacar a geladeira. No entanto, além de apostar nos alimentos citados, que ajudam a manter o equilíbrio hormonal, é preciso seguir algumas dicas básicas, como não pular refeições e nem ficar horas sem comer.

Quando uma dessas situações ocorre, a tendência do indivíduo é sentir muita fome, o que causa ansiedade e por consequência o desequilíbrio hormonal. É importante, assim, fazer as três principais refeições do dia e intercalar com lanches nutritivos, como frutas, iogurte, leite batido com uma fruta, sem açúcar.

É preciso ainda manter o corpo hidratado, com dois litros de água por dia, e fugir das tentações ricas em açúcar, sal e gordura. Por fim, exercite-se e tenha atividades prazerosas no dia a dia.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!