PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO FALAR COM CRIANÇAS SOBRE RELIGIÃO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Dicas

COMO FALAR COM CRIANÇAS SOBRE RELIGIÃO

Falar sobre religião é sempre bastante delicado, especialmente quando essa conversa deve acontecer com crianças. É preciso saber como falar com crianças sobre religião porque abordar Deus ou espiritualidade é algo que requer muita cautela, já que o assunto envolve uma série de questionamentos que podem influenciar as ações da pessoa.

É comum que os pais queiram transmitir seus valores religiosos ao longo da criação dos filhos, seja por convicção ou interferência cultural. Isso é natural, mas o problema surge quando os pais ultrapassam alguns limites, podendo gerar conflitos no relacionamento com os filhos. Pensando nisso, você deve saber como falar com crianças sobre religião, a fim de evitar traumas.

Confira como falar com crianças sobre religião

1. Comece cedo

Quando o assunto é religião, uma recomendação é começar cedo a abordar esse tipo de tema. Quanto mais um assunto é abstrato, mais cedo você tem que falar sobre ele. O contato precoce com a ideia de possível existência divina leva as crianças a construírem, gradualmente, uma identidade religiosa que vai além dos gestos e ações.

Você vai passando para a criança não apenas hábitos como o de fazer o sinal da cruz e rezar para o papai do céu, por exemplo, mas também a ideia da existência de um ser maior que nos torna irmãos, ou a melhor definição de acordo com a sua convicção. Além disso, começar logo evita confusões quando a criança tiver contato com religião ao conversar com amiguinhos ou ao ver um filme.

2. Sempre seja honesto

Na hora de passar os ensinamentos religiosos, a sinceridade é fundamental. Esses valores não podem ser impostos como verdades absolutas, pois é preciso ser sincero e dizer que você, como pai ou mãe, não sabe tudo, mas que aquilo é o que você entende e acredita.

3. Mostre a religião no dia-a-dia

Outro critério importante na hora de tratar de religião com os filhos é deixar esse tema presente no cotidiano, mostrando aquele conceito na prática por meio de ações simples. Quando uma criança vê os pais agindo de determinada forma, ela assimila aquilo que os pais falam com o que se faz. De que adianta ir à igreja e roubar para ganhar um jogo? Comportamento e fala precisam estar alinhados.

4. Ensinamento religioso na escola

Um recurso que ajuda muitos pais é a educação religiosa dentro da escola, tomando apenas o cuidado de que a criança não seja sobrecarregada quando o assunto é Deus e espiritualidade. Não podemos passar do limite do que os pequenos são capazes de suportar, para que eles não criem aversão ao assunto.

No caso de alguns colégios, o ensino religioso não se restringe apenas a uma crença, mas prega a existência de um único Deus e ensina as crianças a respeitarem as diferenças. Sendo assim, é indispensável conhecer o tipo de ensinamento religioso que o colégio oferece, para que seu filho seja educado conforme o que você acredita.

5. Quando a criança discorda

Mesmo sob os ensinamentos dos pais e do colégio, as crianças podem rejeitar uma religião ou até mesmo a existência de Deus. EsSa atitude, geralmente, ocorre por dois motivos: o filho tende a falar isso apenas para chocar os pais ou porque deseja chamar a atenção.

O jeito é conversar e tentar entender o porquê da atitude. Já as crianças maiores podem realmente questionar sua identificação com uma religião. Quando isso acontece, o que resta aos pais é respeitar, manter sempre o diálogo e tentar mostrar valores e demais aspectos que unem todas as religiões.

A partir das nossas recomendações, será mais fácil lidar com religiosidade ao conversar com seus filhos.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!