PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO EVITAR DOR DE OUVIDO NO AVIÃO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Viagens

COMO EVITAR DOR DE OUVIDO NO AVIÃO

É comum que algumas pessoas tenham muita dificuldade em lidar com a pressão nos ouvidos durante a decolagem ou a aterrissagem de aviões.  Essa dor intensa no ouvido é decorrente da deficiência na equalização das pressões entre a parte média do ouvido e o meio externo. Quando o avião sobe, os gases se expandem, ou seja, ocupam mais espaço. Se você deseja saber como evitar dor de ouvido no avião, basta conferir as nossas dicas.

Crianças e bebês costumam sofrer mais com a pressão, já que não entendem o movimento e se assustam com a perda temporária da audição e a dor que sentem em voos. Algumas alternativas podem ser eficientes para quem quer descobrir como evitar dor de ouvido no avião.

Aprenda como evitar dor de ouvido no avião

Você pode apostar na utilização de vasoconstrictores nasais, de uso restrito, e sempre sobre orientação médica. Essa estratégia é de grande valia nos momentos que antecedem a decolagem e a aterrissagem. Outra técnica bastante comum é a ingestão de líquidos, o ato de mascar chicletes ou mesmo deglutir a própria saliva durante os procedimentos de voo. Isso porque esses movimentos ocasionam a ampliação momentânea da abertura do canal da tuba auditiva na sua porção nasal, ajudando no processo de equilíbrio das pressões.

No caso das crianças, o que dificulta ainda mais a adequada função da tuba auditiva é a anatomia infantil. Além de o fato dessa comunicação ser tão exígua, somam-se algumas alterações nasais, encontradas em muitos dos pequenos passageiros e em adultos, que só fazem contribuir para a maior incidência das dores de ouvido (otalgias) durante os voos. Podemos citar: os resfriados, as gripes, as rinites alérgicas e o aumento das adenoides que geram obstrução nasal e a consequente dificuldade de equilibrar as pressões.

Nesses casos, para evitar a dor, uma dica fundamental é a lavagem exaustiva do nariz, pelo menos no dia anterior e, principalmente, nos momentos que antecedem a viagem, com soro fisiológico ou solução salina concentrada, ambos disponíveis em farmácias convencionais. Isso tornará o nariz menos obstruído, permitindo a função da tuba auditiva, mesmo que parcialmente. Outras medidas incluem o uso de anti-inflamatórios, antialérgicos e descongestionantes orais, pelo menos 24 horas antes da viagem, de acordo com cada caso.

Uma vez gerada a dor no ouvido, pouco temos a fazer até que o avião aterrisse. A compressa morna úmida em toalha pode ser solicitada à comissária de bordo e deve ser colocada sobre a orelha, com o cuidado de checar a temperatura. O calor gerado alivia a dor. O uso de analgésicos comuns, como a dipirona, pode cessar a dor, mas somente 30 minutos após a tomada.

Além da dor, a sensação de ouvido tampado e a perda momentânea de audição, bem como tonteira e zumbido podem ocorrer. Os sintomas podem durar minutos ou até semanas, dependo da intensidade do problema causado e do histórico de doenças nasais e otológicas do passageiro. Nos casos mais dramáticos, pode ocorrer perfuração da membrana timpânica.

Leve em conta as nossas recomendações para evitar o desconforto nos ouvidos durante voos.




Assine e Receba Novidades GRÁTIS por e-mail!

Confirme sua inscrição no link que receberá por e-mail


Recomendamos para você

Receba Novidades Grátis

Últimos Artigos:




PontoXP © 2006-2016 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!