PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO DIAGNOSTICAR E TRATAR O CÂNCER DE PRÓSTATA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

Os fatores de risco são aliados na hora de como diagnosticar e tratar o câncer de próstata. Nesse caso, o que pode ajudar na identificação é o histórico familiar do paciente, doenças que já teve e quais são os seus hábitos (excesso na ingestão de álcool e de pouca fibra na alimentação). Ao incluir o paciente no grupo de potenciais candidatos ao câncer, iniciam-se uma série de exames câncer de próstata.

COMO DIAGNOSTICAR E TRATAR O CÂNCER DE PRÓSTATA

No entanto, os exames câncer de próstata já são uma recomendação médica que os homens a partir dos 40 anos devem seguir. Para tanto, devem visitar um urologista, para fazer o chamado exame do toque, que é simples e pode avaliar a situação do paciente. Essa técnica avalia o tamanho da próstata, um dos sinais de que existe algum problema.

O que é câncer de próstata

A próstata trata-se de uma glândula situada entre a bexiga e o reto, que está diretamente ligada à produção do sêmen (que carrega os espermatozoides). Essa glândula envolve a uretra e seu tamanho normal é de uma azeitona. Assim, um dos sinais de que existe o problema é quando a próstata está inchada, com tamanho maior do que o normal.

Outros exames de como diagnosticar e tratar o câncer de próstata

toque retal.

– exame de ultra-sonografia transretal;

– exame de PSA (antígeno prostático-específico).

Como são os exames para identificar câncer de próstata

– Toque retal: o médico especialista introduz o dedo indicador, que deve estar recoberto por uma luva, no ânus do paciente. Assim, poderá chegar até a próstata e verificar se existe um aumento da glândula ou a presença de endurecimento ou nódulos. Se achar que existe algo errado, vai pedir outros exames mais detalhados.

– Exame de ultra-sonografia: também chamado de ecografia transretal conta com um transdutor. Esse aparelho é introduzido no reto do paciente através do ânus e gera uma imagem. Isso é possível porque o aparelho emite uma onda sonora e o seu eco é captado, o qual resulta numa imagem na tela de um monitor. Assemelha-se ao toque retal, portanto, mas com a diferença que é possível visualizar a região é detectar possíveis alterações.

– PSA: denominado ainda de Antígeno Prostático-Específico é um exame de sangue que verifica os níveis de uma substância relacionada a alterações na próstata. Se os níveis estiverem altos, pode significar uma alteração maligna das células da glândula. Mas não é muito eficiente, pois pacientes com câncer podem não mostrar níveis elevados.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!