PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO DAR REMÉDIO SEM TRAUMATIZAR A CRIANÇA

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Dicas ,Saúde

COMO DAR REMÉDIO SEM TRAUMATIZAR A CRIANÇA

Quem tem filho pequeno em casa sabe qual é a sensação presente na hora de um acidente doméstico ou ao ver a criança passando mal: desespero. A fim de atender logo a criança, qualquer solução rápida é útil. Desse modo, muitos pais acabam medicando com pressa e de forma traumatizante, o que pode gerar bastante sufoco nas próximas vezes em que for necessário dar um medicamento aos filhos. Para que estes não se recusem ou fiquem com medo, é importante saber como dar remédio sem traumatiza a criança.

Como o comportamento diante dos medicamentos depende muito da atitude dos pais na hora de aplicar o remédio, você deve aprender como dar remédio sem traumatizar a criança. Muitos adultos podem passar o próprio medo para o filho por deixarem transparecer ansiedade e nervosismo. Outros perdem a paciência e brigam ou até chantageiam para medicar logo o filho. A verdade é que, mesmo tomando atitudes erradas, os pais só querem cuidar dos filhos, tentando poupá-los de eventuais problemas. Pensando nisso, saiba o que você deve fazer ao medicar seu filho.

Como dar remédios sem traumatizar crianças

1. O que não pode fazer

Os filhos confiam nos pais para lhes dizer o que é certo ou errado a se fazer, mesmo que, às vezes, façam o que não querem só por obrigação ou desobedeçam os adultos.No caso dos remédios, é preciso mostrar confiança e segurança do que está fazendo, para que seu filho não sinta o medo do medicamento e possa confiar em você. Além disso, deixe claro que tomar o remédio é o melhor para ele, mesmo que seja um momento desagradável.

Uma atitude que não dá certo é barganhar, oferecendo recompensas só se ele tomar o remédio. Não que você não possa recompensá-la pelo esforço, principalmente quando o remédio tiver gosto ruim, mas não faça a recompensa ser o motivo para tomar o remédio. Em vez disso, ofereça a recompensa depois que a criança tomar, como mérito por ter conseguido vencer o medo.

Se barganhar não pode, imagina então ameaçar a criança para tomar remédio. Você não pode criar um ambiente maligno para ela quando se trata da hora do medicamento. Por isso, tenha sempre um copo de água ou suco por perto, para aliviar esse momento desagradável para a criança e ajudar a engolir o remédio, mesmo que o gosto não seja tão ruim assim.

2. Mal necessário

Muitos pais acabem cedendo diante dos olhares de tristeza ou até de uma enorme birra feita pela criança e deixam de dar os remédios, mudam de horários e até têm que apelar para técnicas mais sombrias, como dissolver o remédio no suco para que eles não percebam, o que pode desenvolver um trauma relacionado à ingestão de um líquido supostamente gostoso.

É realmente uma situação muito difícil, mas é necessária e a criança precisa entender isso. Em alguns casos, só uma boa conversa com autoridade, mas sem gritos e brigas, pode ensinar a criança que ela tem que vencer o medo ou ignorar o gosto ruim do medicamento e tomá-lo, para seu próprio bem.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!