PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO CUIDAR DE FILHOTES DE GATOS

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Dicas

COMO CUIDAR DE FILHOTES DE GATOS

Em uma ninhada, uma gata pode ter de seis a oito filhotes. Em alguns casos, a fêmea pode rejeitar os filhotes por achar que algum deles têm algum tipo de deficiência ou doença, impedindo que estes mamem e se desenvolvam com os irmãos. Pensando nisso, você deve saber como cuidar de filhotes de gatos, para proporcionar um início de vida agradável para os gatinhos.

Esse tipo de comportamento é muito comum entre as gatas, mas seus filhotes não devem ficar desamparados. Por conta disso, você precisa conferir algumas dicas de como cuidar de filhotes de gatos com maior eficiência e praticidade.

4 dicas de como cuidar de filhotes de gatos

1. Ofereça um lar

Quando os filhotes nascem, eles ficam acolhidos pelo corpo da mãe em um ambiente aquecido e confortável. É possível simular um ambiente que o faça lembrar-se do lar de nascimento. Para tanto, vale apostar em garrafas pets com água quente embaixo de um cobertor macio para manter o filhote aquecido e até esconder um relógio de ponteiro para simular os batimentos cardíacos que seriam da mãe dos filhotes.

2. Alimentação e fortalecimento

Os filhotes precisam ser alimentados constantemente durante o dia, ao menos de três em três horas, inclusive de madrugada. Em geral, os gatinhos dão sinais de fome quando miam muito alto. Para alimentar os filhotes, existem soluções como ração dissolvida em água. Esse alimento pode ser dado por meio de uma seringa sem ponta. Há também opções mais nutritivas, como o leite da fêmea de gato em pó, que algumas empresas especializadas em alimentação para gatos já oferecem.

Caso a seringa acumule muito o alimento ou até o leite, você tem a opção de recorrer a mamadeiras específicas para os gatinhos nessa idade. Não é fácil alimentar animais desse tamanho, mas para facilitar esse trabalho, você pode segurá-los em pé para dar de mamar.

Depois de quatro semanas de vida, é necessário substituir o leite e a mamadeira por ração. Entretanto, não se esqueça de tentar amolecer a ração no pratinho, misturando com água aquecida, para facilitar a mastigação e a digestão. Para servir, utilize recipientes de vidro, cerâmica ou alumínio. Também lembre que é comum que os gatos pequenos façam menos cocô nessa fase de transição para comida sólida, pois o organismo ainda está se acostumando a absorver a nova dieta.

3. Limpeza e cuidados

Os filhotinhos também são limpos pela mãe quando nascem. Por conta disso, eles vão sentir falta da higienização materna. Para fazer isso de forma macia e carinhosa como a língua da gata, use algodão com água morna. Estimule também o xixi com movimentos verticais. Ao fazer as compras gerais para esses procedimentos, adquira um bom antipulgas e os medicamentos básicos para a espécie.

4. Estimule a independência

Os gatos são naturalmente mais independentes do que outros animais, mas você também deve estimular alguns hábitos importantes. Ajude seu gatinho a encontrar a caixa de areia colocando uma em tamanho menor (para que eles consigam alcançá-la) perto do seu ninho improvisado. Se os gatinhos não utilizarem as caixas por conta própria, comece a observar seus hábitos. Quando eles começam a arranhar o chão é sinal de que querem expelir. Nesse caso, coloque os filhotes na caixinha. Comece também a tirá-los aos poucos do ninho improvisado, deixando-os convivendo entre si para estimular brincadeiras e autodefesa.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!