PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





COMO CONTAR PARA A CRIANÇA SOBRE A SEPARAÇÃO DOS PAIS

Autor: G. Produções
Publicado em: Informações Gerais

DECISÃO DE SEPARAÇÃO – A organização das famílias está mudando, a família tradicional com pai, mãe e filhos não é mais o único modelo familiar existente na sociedade. É muito comum observarmos mãe separada com os filhos, pais que assumem a guarda das crianças, famílias constituídas por dois homens ou por duas mulheres e seus respectivos filhos. Independente da constituição de família apresentada, o momento da separação é sempre traumático tanto para o casal quanto para as crianças.

COMO CONTAR PARA A CRIANÇA SOBRE A SEPARAÇÃO DOS PAIS

Não existe uma fórmula mágica para contar para a criança sobre a decisão da separação, mas alguns cuidados devem ser tomados nesse momento. Seria muito ruim que a criança soubesse da separação por outra pessoa que não os próprios pais.

É importante que a criança continue a sentir-se segura, que ela compreenda que quem está se separando são os pais, um do outro e não dela, que eles continuarão a exercer suas responsabilidades e a destinar seu afeto da mesma forma.

Os pais devem explicar à criança sobre o motivo da separação, sem ataques pessoais um ao outro. Nesse momento, a criança se sente meio perdida, portanto, é fundamental explicar a ela como e quando ocorrerá a separação.

Mas o mais importante é ouvir o que a criança tem a dizer sobre o assunto e saber como ela está se sentindo e tentar esclarecer todas as dúvidas e, principalmente, tranqüilizá-la e externar o amor que sentem pela criança.

A franqueza deve ser usada sempre. Ninguém gosta de se sentir enganado, ainda mais pelos pais. Todo esse processo deve ser acompanhado de perto pelos pais para que a criança sinta as mudanças gradativamente.

Mudanças bruscas como casa, amigos, escola não são aconselháveis no momento da separação, pois quanto mais ambientes familiares a criança preservar melhor será para ela assimilar a separação dos pais e continuar a crescer saudável psicologicamente.

A decisão da separação só deve ser participada aos filhos quando ela realmente for concreta. Constantes ameaças de separação geram a sensação de desconforto e instabilidade emocional na criança. Os pais precisam se conscientizar que a criança é inocente na história toda e não deve sofrer as consequências dos atos dos pais, é muito comum a criança acreditar que é o motivo da separação e isso deve ser categoricamente negado pelos pais.

No momento da separação, o mais importante é continuar a amar a criança e demonstrar isso de todas as formas. Com amor e afeto de ambos os pais, a criança vai se sentir segura mesmo com a mudança.

loading...





PontoXP © 2006-2017 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!