PontoXP.com - Dicas e Informações Gerais.





CIRROSE – SINTOMAS E TRATAMENTO

Autor: Textual Conteúdo
Publicado em: Saúde

CIRROSE - SINTOMAS E TRATAMENTO

Apesar de conhecida, a cirrose é apenas o nome genérico a uma doença que transforma em tecido fibroso as células originais do tecido de um órgão. Ela ocorre como um processo cicatricial, que pode ser decorrente de diversos elementos agressores ao organismo. Quando isso acontece, o órgão perde a sua função, porque um tecido fibroso não apresenta em sua característica a possibilidade de desempenhar alguma função fisiológica. O tipo mais comum de cirrose ocorre no fígado, por isso o termo é usado para designar a fibrose que ocorre no órgão. Mas com a cirrose, seus sintomas e tratamento, não é tão simples assim.

Entenda mais sobre a cirrose – sintomas e tratamento

A doença surge no fígado em decorrência de um processo progressivo e crônico de inflamações. Isso é o que acaba causando uma fibrose difusa no órgão, além da formação de nódulos e muito comumente a necrose do tecido celular. Este processo é o que acaba impendido a circulação do sangue que vai até o fígado, fazendo com que a pressão no interior da veia aumente consideravelmente. Estes problemas terminam ocasionando a insuficiência progressiva do fígado e pode chegar até a uma falência total do órgão.

Que sintomas a cirrose apresenta: a causa mais conhecida da cirrose hepática é o consumo excessivo de álcool. Entretanto, o consumo de qualquer outra substância que cause a inflamação que afeta o fígado pode resultar na doença. A cirrose leva algum tempo para apresentar algum sintoma, isso porque a parte do fígado que ainda tem saúde trabalha sozinha e em excesso para compensar a função que não vem sendo cumprida pela parte já afetada do órgão. Por conta da pressão na veia, podem surgir ainda sintomas como hemorragia digestiva, ascite, insuficiência hepática, icterícia, desnutrição, entre outros. Dependendo da evolução da doença também pode acometer o paciente náuseas, fadiga, fraqueza, unhas abauladas, eritema palmar e cãibras.

Como diagnosticar a doença: é muito difícil ocorrer o diagnóstico precoce da cirrose, já que a parte saudável do fígado passa um bom tempo compensando a falha da parte doente. Entretanto, o diagnóstico da cirrose sempre deve estar sob suspeita quando paciente apresentar indícios de insuficiência hepática. Exames de imagem podem ajudar no diagnóstico, mas somente uma biópsia do tecido hepático pode confirmar a cirrose. Quando ela já está estabelecida, geralmente são muito alteradas as provas de funções do fígado.

É possível tratar? Somente o transplante de fígado é definitivo e eficaz no combate a cirrose hepática. Se a causa da cirrose for determinada, também pode haver melhora do quadro se for eliminada o agente que originou a doença, já que o fígado apresenta uma capacidade regenerativa muito grande, sendo capaz de regenerar até dois terços de sua estrutura perdida. É também com base nisso que é realizado o transplante de fígado. O paciente recebe apenas uma parte do órgão do doador, que depois irá se desenvolver. O transplante geralmente só é indicado em casos graves e irreversíveis.






PontoXP © 2006-2018 - Todos os direitos reservados.
Termos de uso | Contato | Anuncie| Assine os FEEDS RSS!