CHECK-LIST PARA COMPRAR CARRO USADO

CHECK-LIST PARA COMPRAR CARRO USADO

O check-list para comprar carro usado deve ser completo, sendo que existem algumas características bem pontuais que você precisa verificar. Ao levar em conta os fatores presentes na lista de checagem, você evitará problemas após a aquisição do seu veículo.

Como fazer check-list para comprar carro usado

As questões ligadas à parte mecânica são essenciais, como checar o pedal do freio, que pode mostrar sinais de desgaste por já ter rodado mais de 60 mil km. O mesmo funciona com o volante ou o câmbio; se eles estiverem lisos, é outro sinal de que o carro foi bastante usado.

Outra dica na hora de fazer o check-list para comprar carro usado é avaliar a condição do tecido dos bancos. Já para saber como está a condição dos amortecedores, uma dica é balançar o carro por fora, apoiando as mãos no para-lama. Quando você retirar as mãos, se ele continuar com o balanço, é porque os amortecedores estão muito gastos.

Já ao verificar os pneus, é possível ter uma ideia de como está a suspensão. Assim, observe se existem marcas diferentes e desgaste irregular, os quais apontam desalinhamento ou problemas na suspensão. O motor também deve ser avaliado na hora de fazer o check-list para comprar carro usado, visto que essa característica é uma das mais importantes para saber se vale adquirir o veículo de segunda mão.

É essencial que você observe atentamente o motor para ver se não encontra vazamentos. Eles podem ser detectados pela presença de óleo perto das juntas do cabeçote. No entanto, isso pode ser tanto indício apenas de um simples reaperto como também do empenamento da peça. Outra dica é ligar o motor, que pode estar com os bicos injetores entupidos, caso demore para funcionar.

Quanto à parte de fora do carro, é preciso avaliar o veículo em um dia em que não tenha chovido, pois isso não vai deixar os defeitos visíveis. Ao olhar para o automóvel de frente, na hora de realizar o check-list para comprar carro usado, é possível perceber ondulações na chapa e desalinhamento das portas.

Você também pode encostar o rosto no para-lama e avaliar a lateral e passar o dedo no vão das portas, a fim de conferir se a distância é a mesma. Caso o espaçamento seja diferente, é bem possível que o lado em que o espaço é menor tenha sofrido uma batida e depois não foi desamassado com perfeição.

Outras dicas para ver se o carro sofreu batidas é observar os faróis. Se eles tiverem marcas diferentes, quer dizer que podem ter sido trocados. O mesmo funciona ao perceber marcas de tinta nos faróis e em grades. E para saber se o carro foi batido na dianteira, você pode abrir o capô e olhar para o cofre do motor. Sinais de batida são paredes com ondulações e pintura aparentemente nova.