COMO LIMPAR PORCELANATO – TIRAR MANCHAS DE PISO PORCELANATO

COMO LIMPAR PORCELANATO - TIRAR MANCHAS

COMO LIMPAR PORCELANATO – Hoje em dia, é comum as pessoas escolherem um piso de porcelanato para decorar a casa, devido a sua cor uniforme, absorção de água nula e grande resistência. Para ter essas vantagens, o porcelanato, um revestimento cerâmico, é produzido com tecnologia avançada. Porém, na hora de limpar, ele pode causar algumas dores de cabeça, mas algumas dicas de como limpar porcelanato ajudam a mantê-lo sempre brilhando.

Para saber como limpar porcelanato, é aconselhável, antes de qualquer coisa, apenas varrer com uma vassoura para retirar a sujeira mais pesada. Depois, fazer uma solução e passá-la no piso com o auxilio de um rodo e de um pano macio. A solução consiste em diluir em cinco litros de água uma colher de sopa de detergente neutro ou de sabão de coco liquido.

O único cuidado é para não exagerar na quantidade de detergente. A proporção sugerida é o suficiente para retirar a oleosidade superficial, sem deixar a superfície do porcelanato opaca.Já para tirar manchas de porcelanato, os fabricantes do piso indicam produtos específicos, porém, algumas receitas caseiras são o suficiente e saem mais em conta para o bolso.

Se a mancha for de bebidas alcoólicas, café ou ferrugem é necessário diluir uma tampa de água sanitária em um copo com água, ensopar uma esponja nessa solução, colocar em cima da mancha e deixar agir por cinco minutos. Após, deve-se esfregar a parte manchada e passar um pano úmido.

COMO LIMPAR PORCELANATO - TIRAR MANCHAS

Mas se a mancha no porcelanato for de graxa ou óleo, é necessário diluir duas colheres de sopa de detergente neutro em um copo com água morna. Essa solução deve ser aplicada sobre a mancha, deixando agir durante cinco minutos, após, passar um pano molhado. Já as marcas de pneu ou borracha devem ser esfregadas com um pano contendo um pouco de sapólio liquido dissolvido em água.

Para tirar manchas de rejunte, é preciso colocar um copo de vinagre branco em um copo com água, embeber a esponja na mistura, despejar um pouco de detergente sobre a mancha e esfregar. Depois de agir durante cinco minutos, passar um pano molhado. Porém, se a macha no porcelanato for de tinta, o ideal é removê-las com acetona, inclusive as de tinta de caneta.

Além das dicas de como limpar porcelanato, é importante atentar aos produtos que não são indicados para utilizar no material, como sabão em pó, ceras e outros para realçar brilho, escovas abrasivas, ácido, produtos multiuso, detergentes fortes e soda cáustica. Apesar de o porcelanato ser resistente, os produtos citados podem danificar o piso.

BANHEIRO DECORADO – COMO FAZER A DECORAÇÃO DE UM BANHEIRO, FOTOS, DICAS

BANHEIRO DECORADO – Há alguns anos o banheiro, uma área um tanto esquecida pelas pessoas anteriormente, está ganhando um novo olhar, novas decorações e mais atenção seja pelos decoradores e arquitetos. Atualmente é possível encontrar decoração de banheiro por temáticas, que vão desde os modelos mais clássicos, até os mais modernos.

Mas não pense que é necessário disponibilizar de uma verba alta para produção da decoração. Por exemplo, se você possui um banheiro pequeno e um valor para investimento baixo, a possível saída é pintar com cores claras as paredes laterais do banheiro. Já se a o banheiro for maior aproveite para colocar prateleiras. O uso de pastilhas com aspectos de tijolos de vidro branco também dão um aspecto bacana ao ambiente e não são caros.

BANHEIRO DECORADO - COMO FAZER A DECORAÇÃO DE UM BANHEIRO, FOTOS, DICAS

Já para aqueles que possuem uma verba alta para investimento há diversas sugestões de arquitetos e decoradores, como: utilizar papéis parede com aspecto de tecido; abusar dos espelhos e iluminação; optar por pias e bancadas de granito; utilizar palha natural com tipos de luzes indiretas, para dar ao ambiente um aspecto de aconchegante; utilizar lustres (mas no caso de banheiros grandes), quadros; entre outros.

Também é importante ressaltar que variar nas formas, modelos, estilos e contrastes de cores pode dar um up na decoração de banheiro. Não tenha medo de inovar e arriscar.

Entretanto, antes disso os decoradores afirmam que se deve pensar na principal característica que deve existir em um banheiro, a funcionalidade. Afinal, seja grande ou pequeno, o banheiro deve ser uma área útil da residência.

Outra dica dos especialistas para a decoração de banheiro é colocar armários na parte inferior das cubas, de modo que não se encoste ao chão, com o objetivo de evitar a umidade, facilitar a limpeza do local e visualmente, dá a impressão de um espaço maior.

Quanto à escolha do Box, opte pelos transparentes, pois eles não diminuem o ambiente, como os boxes jateados e texturizados. A mesma lógica pode ser aplicada na escolha na bancada da pia.

Você também pode optar por móveis planejados na decoração de banheiro da sua casa. Além da opção de economizar espaço, já que é possível aproveitar cada canto do cômodo, os móveis permitem multi-funções, o que elimina a necessidade de outros vários móveis.

CUIDADOS AO DECORAR QUARTO INFANTIL

Embora seja um momento muito bom para as futuras mamães e pais, a hora de organizar o lugarzinho do bebê que está para chegar exige alguns cuidados ao decorar quarto infantil. Você deve garantir ao seu filho um ambiente confortável e tranquilo.

Veja os cuidados ao decorar quarto infantil

Uma dica é apostar nas cores suaves para as paredes do cômodo, independente se for menino ou menina. Tons de azul, verde, amarelo, rosa e mesmo o bege e o lilás clarinho são as cores mais adequadas. Para não ficar todo o quarto de uma única cor, tente pintar do tom escolhido até a metade da parede e o restante até o teto de branco.

Outra forma de decorar quarto infantil é utilizar papel de parede. No entanto, o cuidado é na escolha do tipo de papel de parede, sendo o mais adequado o papel vinílico. Embora seja mais caro, é muito mais fácil fazer a manutenção desse material.

Nem sempre os pais dispõem de um cômodo grande para instalar o quarto do bebê. Por isso, é necessário aproveitar bem os espaços e escolher a dedo quais são os móveis mais importantes. Alguns deles não podem faltar, como é o caso do berço, do trocador e do guarda-roupa. É possível encontrar móveis que reúnem a função de trocador e cômoda e também trocadores móveis que ocupam pouco espaço.

Outro dos cuidados ao decorar quarto infantil é pensar que, dentro de algum tempo, a criança vai estar grande e terá que sair do berço. Existem camas que funcionam como berço e depois se tornam camas de solteiros. Aliás, existem berços variados, os com trocador, os com cômoda para armazenar objetos e mesmo os com bicama.

Também é muito importante que a mãe tenha um local confortável para sentar e amamentar o seu filho. Sendo assim, se tiver espaço, o quarto pode contar com uma poltrona ou mesmo um sofá-cama, caso os pais tenham que ficar junto ao filho.

Fotos Decoração Quarto Infantil

Outro item que deve receber um cuidado especial é a iluminação. Ao decorar o quarto infantil, é preciso pensar que o local deve ser suficientemente claro para os pais trocarem o bebê, mas também não muito a ponto de atrapalhar o pequeno. Por isso, recomenda-se investir em dois tipos de iluminação. Uma lâmpada central no teto e outra em local estratégico, mas menor, suave e indireta, para poder deixar o quarto com meia luz.

Quando o bebê crescer, a luz secundária pode ser substituída por uma lâmpada mais forte e direta, onde será a escrivaninha da criança. Quartos grandes também devem reservar um espaço para a criança brincar no chão, sendo que em vez de comprar tapetes, deve-se apostar no chão de linóleo ou material semelhante.

Pronto, agora você sabe quais fatores precisam ser considerados para decorar o quarto do seu pimpolho.

COMO DECORAR QUARTO COM CLOSET

COMO DECORAR QUARTO COM CLOSET

COMO DECORAR QUARTO COM CLOSET – Os espaços com prateleiras, cabides e outros mecanismos para guardar roupas e calçados caiu no gosto de quem prioriza a organização na hora de se vestir. Por isso, como decorar quarto com closet ajuda a conferir muita elegância e praticidade ao cômodo.

Mesmo que pequeno, o closet costuma ser muito útil a homens e mulheres e, inclusive, a casais, que não vão mais precisar brigar por espaço no guarda-roupa. Embora tradicionalmente o closet seja uma pequena sala dentro do quarto, ele também pode ser um tipo de armário bem grande embutido na parede.

De qualquer forma, não existe muito mistério em decorar quarto com closet, sendo que o mais importante é tornar esse espaço funcional e potencializar o seu uso, ainda mais se o espaço não for muito grande. Também é importante que o closet seja clean para ter mais espaço e no caso de ser o tradicional, dentro de uma sala, não precisa de portas, facilitando o seu uso.

As dicas de como organizar o closet também servem para usá-lo de forma mais inteligente. Assim, uma dica é deixar os calçados na parte inferior, no ultimo nível do closet e em toda a sua extensão. Mas se você faz coleção de sapatos pode deixar um maior espaço reservado a eles.

Mais dicas de como decorar um closet

O melhor material para as prateleiras do closet são os MDFs e semelhantes, que são leves e suas placas podem ser cortadas nos tamanhos necessários, para personalizar o seu closet. A dica é que sejam na cor branca ou outro tom claro para conferir o design clean que o compartimento necessita.

A realidade é que o closet não precisa de muitos detalhes, pois deve ser funcional. Se ele for feito sob medida, a dica é avaliar o tipo de roupa que você costuma ter e como prefere guardá-la. Assim poderá identificar se serão necessárias mais prateleiras do que cabides, por exemplo.

Fotos de closets decorados

 

Outra dica de decoração do closet é que ele deve ser bem iluminado e, de preferência, ter um espelho grande, em local estratégico que não sirva apenas para conferir como ficou o look, mas também para oferecer maior amplitude ao espaço. Quanto às luzes, uma dica é usar as fitas de LED nas prateleiras.

A parte de cima do closet pode ficar reservada às caixas, malas, cobertores e demais objetos maiores e que você usa com menos frequência. Já as gavetas podem ser em menor número, ainda mais se existe uma penteadeira ou outro móvel no quarto. De qualquer forma, elas vão serviu mais para as miudezas, como acessórios e roupa íntima.

Closets grandes podem receber ainda uma poltrona e um tapete para deixar o ambiente elegante e confortável. Essas peças devem ter cores neutras, pois são mais funcionais do que decorativas.

COMO DECORAR QUARTOS COM BELICHE, DICAS DE DECORAÇÃO

Se os seus filhos dividem um quarto pequeno, é fundamental saber como decorar quartos com beliche. Essa estratégia é uma das melhores alternativas para otimizar o espaço de ambientes pequenos e que precisam ser divididos entre irmãos ou colegas. Ao apostar no móvel beliche, em contraposição a duas camas convencionais, é possível garantir muito mais espaço no chão.

Saber como decorar quartos com beliche também é importante porque esse tipo de cama permite que o ambiente seja mobiliado com outros móveis, devido à otimização do espaço. O problema é que escolher um beliche não é tão simples, pois é preciso tomar alguns cuidados importantes.

Aprenda como decorar quartos com beliche

Avalie bem em que parte do ambiente o móvel será colocado. Em ambientes e quartos pequenos, nem sempre é possível ter muita variação de disposição, ficando restrito a apenas uma forma de colocar o beliche sem tampar uma janela, uma porta ou tomar espaço de um armário. Com essa decisão tomada, meça o espaço que você tem disponível e tenha as medidas em mãos na hora da compra.

Na hora de escolher o modelo, confira se ele é apropriado para as medidas que você tirou do quarto e siga também o estilo da decoração ou da pessoa que irá usar o móvel. Beliches podem ser encontrados em diferentes formatos, desde madeira rústica até camas brancas clássicas com estilo de princesa. Enquanto duas meninas podem preferir os modelos mais femininos, garotos podem gostar mais do visual mais rústico. A variação de modelos também conta com camas que têm o andar inferior maior, enquanto outras contam com os dois níveis do mesmo tamanho, logo, confira o que é melhor para os ocupantes do beliche.

Atente para a segurança que o beliche oferece, principalmente, se crianças muito pequenas forem aproveitar esse móvel. Existem modelos que contam com cercas e outras medidas de segurança para impedir que a pessoa caia da cama, principalmente da cama mais alta, durante o sono. Adultos mais agitados também podem precisar de medidas preventivas assim.

Os beliches podem ser usados em dormitórios de adultos, sendo bastante populares em ambientes como albergues, colônias de férias e pousadas. Os modelos costumam ter um aspecto mais sóbrio, clássico ou moderno, mas sem perder a criatividade. Alguns modelos podem ser configurados como sofá que se transforma em cama, sendo bastante práticos e aproveitados num espaço como a sala.

A aplicação principal dos beliches é para solucionar problemas de espaço no quarto das crianças, especialmente com irmãos dividindo o mesmo cômodo. Entretanto, modelos cada vez mais modernos estão assumindo outras finalidades, melhorando a distribuição de móveis nos ambientes. Uma das mais novas apostas é uma peça multifuncional que se transforma em home office.

Os modelos mais tradicionais ou modernos podem ser encontrados em lojas de móveis tradicionais ou mesmo planejados de acordo com o tamanho e o formato de cada ambiente. Apesar de serem mais caros, essa é a melhor opção por ser adequar às necessidades e gostos de cada cliente.

Agora é só escolher o modelo de beliche de acordo com as nossas instruções.

DICAS DE FACHADAS PARA CASAS PEQUENAS

DICAS DE FACHADAS PARA CASAS PEQUENAS

Mesmo as pessoas estejam migrando para os grandes prédios, quem tem o privilégio de morar em uma casa deve apostar numa decoração moderna para a sua fachada. Mesmo os lares menores oferecem muitas opções, inspire-se com as dicas de fachadas para casas pequenas.

Quem deseja agregar bom gosto ao visual da sua nova morada ou reformá-la pode investir em materiais de qualidade e em composições modernas. Lembrando que essa preocupação se traduz em investimento, no caso dela ser vendida futuramente.

Embora o design clean esteja em alta em termos de arquitetura urbana, é importante é apostar em uma fachada que reflita a personalidade dos seus moradores, além de combinar com o seu interior. Se você prefere um ambiente mais clássico ou rústico, basta saber transpor isso para a fachada.

No caso da cor, as neutras e claras costumam ser as melhores escolhas, conferindo elegância à fachada. Outra dica é usar dois tons de uma mesma cor. Para criar um diferencial, é possível adicionar alguns detalhes, como nas janelas, sendo que se o design puxa para o clássico elas podem ser em madeiras mais rústicas.

Já as fachadas com estilo moderno exigem portas e janelas de linhas retas. Quem gosta de janelas grandes pode apostar nas envidraçadas, além de instalar apenas uma persiana do lado de dentro da casa. O mesmo pode ser feito com a porta, desde que a construção não esteja muito próxima à calçada, assim, os moradores não perdem a privacidade.

Mais dicas de fachadas para casas pequenas

Hoje em dia, são muito usados os revestimentos externos nas fachadas das casas que imitam pedra. O efeito fica rústico e muito requintado. Os porcelanatos que imitam mármore, outras pedras e madeiras também são mais econômicos, além de conferir um toque de sofisticação à fachada da casa.

Já para o telhado, as telhas de barro são muito elegantes e costumam ser as preferidas em termos decorativos. Também é muito usado o telhado em dois níveis, sendo possível fazê-lo mesmo em casas pequenas, o que confere charme à fachada.

Quem tem espaço, mesmo que pequeno, deve ainda apostar em um pequeno jardim, com pedras, flores e plantas nativas. Na hora de plantar árvores é preciso saber até que tamanho a espécie vai chegar para evitar problemas futuros.

Se a casa tem a possiblidade de contar com uma varanda, é mais um espaço para receber atenção na hora da decoração. Fica charmoso colocar ao menos um par de cadeiras com uma pequena mesa. Se não tiver espaço suficiente, uma cadeira de balanço pode conferir o toque final à fachada.

Já quem precisa colocar muros para a segurança do lar tem a alternativa de fazer um muro decorado, com pedras ou materiais que as imitam. Mas se a ideia é colocar grades e se a casa tiver estilo clássico o portão pode ser arredondado com estilo vintage.

COMO DECORAR UM QUARTO PEQUENO – DICAS PARA DECORAÇÃO DE QUARTOS PEQUENOS

COMO DECORAR UM QUARTO PEQUENO – Nem sempre você dispõe em sua residência de ambientes amplos para decorar como gostaria. Com apartamentos e casas cada vez menores, as pessoas precisam se virar para deixar cada espaço com a sua cara e adaptar-se ao ambiente da maneira como podem. Qualquer centímetro a mais se torna precioso e é necessário aproveitar cada parte. Decorar um quarto pequeno não é, para muitos, uma simples tarefa, algumas dicas são importantes para que o espaço pareça maior e seja totalmente aproveitado.

Vamos começar pelas cores nas paredes do aposento. Como decorar um quarto pequeno é algo que requer cuidados, é preciso que você se atente aos pequenos detalhes. Uma escolha de cores errada pode fazer toda a diferença. Prefira uma decoração monocromática. Isso significa que você deve optar por utilizar apenas uma cor para o quarto e, de preferência, cores claras. Com estas duas dicas, o ambiente irá se ampliar, dando a sensação de que é maior do que na realidade.

COMO DECORAR UM QUARTO PEQUENO

Espelhos são ótimos aliados para aumentar o espaço. Eles podem estar pendurados ou colocados em estruturas no chão. Assim como os espelhos, a luz natural é excelente em ambientes pequenos, pois também garante um efeito de aumento. Caso não interfira na sua privacidade, pode deixar o quarto sem cortinas, ou coloque-as com cores e tecidos bem leves.

COMO DECORAR UM QUARTO PEQUENO - DICAS PARA DECORAÇÃO DE QUARTOS PEQUENOS

Para a mobília do quarto, prefira por peças grandes e em menor quantidade. Se você colocar muitas peças pequenas, dará a impressão que o ambiente está sempre desarrumado. Prefira móveis que tenham as bases abertas e, se forem estofados, em tons sempre neutros e lisos. Para algumas pessoas ele pode ser insignificante, mas o chão é importantíssimo para a sensação de espaço maior. Deixe-o sempre visível e não o esconda com um tapete. Caso queira utilizar a peça, não cubra todo o chão. Deixe sempre uma parte à mostra. Se o seu quarto tiver televisão, prefira instalações na parede com suporte específico, pois assim não ocupam muito espaço no cômodo e deixam a circulação mais livre.

DECORAÇÃO DE QUARTOS PEQUENOS

Se o quarto for para crianças, você pode optar por uma cama beliche (se forem duas), em que uma das camas fica embaixo da outra, como se fosse uma gaveta, dando a impressão que existe apenas um móvel. Aproveite os espaços e deixe sempre tudo organizado. Esta é a melhor maneira para ter um ambiente maior, mesmo em uma casa pequena.

DICAS PARA DECORAR COM CADEIRAS DECORATIVAS

Não é de hoje que poltronas e cadeiras não são mais usadas apenas para sentar. Elas já ganharam status de decoração há muito tempo, por isso, é possível encontrá-las nos mais diversos designs e a dicas para decorar com cadeiras decorativas encherão o seu lar de charme.

As cadeiras podem estar na sala de jantar, em composição com a mesa, na sala de estar, junto aos sofás, ou ainda sozinhas, em quartos, ou em duplas, em varandas. Onde há um espaço uma cadeira é sempre útil, mas isso pode ser feito com elegância ao escolher uma peça que combine com a decoração.

Poltronas Decorativas

DICAS PARA DECORAR COM CADEIRAS DECORATIVAS

Embora as cadeiras com design futurista de linhas arredondas estejam entre as preferidas para decorar ambientes modernos, os modelos com estilo clássico e mesmo as peças vintage ganham cada vez mais espaço na decoração. O mesmo pode ser dito dos artigos com estrutura de ferro.

No entanto, mesmo que você encontre uma cadeira linda, é preciso avaliar se ela vai combinar com a decoração existente no cômodo onde pretende instalá-la. Ela pode até mesmo se destacar no ambiente, mas não deve estar em desarmonia. As estampas nas cadeiras, como listas e florais, também estão em alta, mas aqui vale o mesmo cuidado: precisa haver harmonia.

Mais dicas para decorar com cadeiras decorativas

Mesmo que o objetivo da cadeira seja decorativo, ela pode ter mais funções do que servir para sentar. Em cômodos em que se deseja criar mais de um ambiente, ela pode delimitar o espaço, junto com sofás e tapetes. Isso funciona super bem em salas grandes onde parte é a sala de jantar e na outra metade a sala de estar.

Com as cadeiras decorativas é possível ainda criar um aconchegante cantinho da leitura. Nesse caso, o melhor é que a cadeira seja espaçosa e confortável, como uma poltrona. Ela pode ficar ao lado de uma mesinha de canto ou de uma prateleira com livros. Não pode faltar um abajur ou luminária, ligeiramente atrás da cadeira.

Por fim, um tapete sob a cadeira ajuda a delimitar o espaço. Para essa dica é possível usar uma cadeira mais clássica, mesmo que destoe um pouco dos demais móveis. Outro cuidado na hora de decorar com cadeiras decorativas é escolher peças nas quais se possa sentar com segurança, a não ser que apenas faça parte da decoração.

Existem cadeiras elegantíssimas, mas que não conferem muita firmeza e nem acomodam bem quem se sentar, em geral, devido ao seu design irregular. Nesse caso, avalie se é um bom investimento e se ela será bem utilizada.

Já se a cadeira é robusta não se esqueça de avaliar se existe espaço suficiente para ela. Em cômodos pequenos, cadeiras e poltronas muito grandes podem não só ficar apertadas como deixar o ambiente desproporcional.

COMO USAR BALANÇOS NA DECORAÇÃO

Quem tem boas lembranças da infância com balanços pode trazê-los para dentro de sua casa. Embora não seja de hoje que é possível saber como usar balanços na decoração, a ideia tem se popularizado mais recentemente, com a entrada dos balanços em formatos diversos para dentro das residências.

Veja como usar balanços na decoração

Os balanços podem ficar na casa de praia ou de campo, e também na residência urbana, inclusive em apartamentos, desde que exista ao menos um espaço mínimo para dar umas pequenas balançadas com ele. Com as dicas de como usar balanços na decoração é possível agregá-lo a salas de estar e demais cômodos com muita facilidade.

Fotos de Balanços em Decorações

Nas salas de estar, os balanços podem ficar juntos a sofás e poltronas, sendo até mesmo possível substituir um desses móveis pelo balanço, que também tem a função de permitir que você sente com conforto. Mas em varandas, sacadas e mesmo em quartos e escritórios, eles também são bem-vindos. O tamanho pode ser variado e apenas se aconselha que o modelo não seja muito grande se o espaço destinado a ele é reduzido.

Além disso, está enganado quem pensa que os balanços para decoração existem somente no formato tradicional, quadrado e de madeira, como nos playgrounds. Os balanços ganharam modelos extremamente novos, como os redondos e fechados, que se assemelham a cadeiras suspensas, sem nem mesmo terem que ser pendurados no teto. Para tanto, eles possuem pedestais para mantê-los em movimento.

No quarto infantil, a dica é escolher os modelos tradicionais e bem coloridos, que oferecem bom humor e diversão à decoração. No quarto das crianças e mesmo no jardim, os balanços feitos de pneus pintados com cores variadas são outros artigos que, além de decorar com alegria, dão um toque a mais para a brincadeira dos pequenos.

Já para as salas, os modelos mais sofisticados são muito charmosos. Embora existam os modelos arrojados em estilo cadeira bubble chair, estão em alta os balanços de modelos mais tradicionais, como os feitos em material vime e outras matérias-primas semelhantes, que conferem ao ambiente um estilo bem rústico.

Graças à variedade de estilos de balanços, portanto, é possível escolher um que se harmonize com a sua decoração, seja ela mais sóbria e tradicional ou mais moderna e arrojada. Há também os modelos de balanços grandes, que parecem mais camas suspensas com pequenos colchões, logo, são ideias para ambientes externos, em casas de campo.

Mas quem deseja inovar na hora de decorar com balanços pode escolher os diferenciados, como os modelos em formato de folha. Há também os imensos balanços, feitos de madeira,  e mesmo os que ficam no chão, sustentados por um suporte, que se assemelharem a cadeiras de balanço.

Ao saber como usar balanços na decoração, você terá condições de ter esses artigos de modo a complementar o visual de vários ambientes.

DICAS DE DECORAÇÃO COM GARRAFAS

DICAS DE DECORAÇÃO COM GARRAFAS

Quem gosta de reutilizar objetos para decorar a casa e dar novas finalidades a eles, com certeza, aprecia o que se pode fazer com recipientes de vidro. As dicas de decoração com garrafas são muitas, as quais são fáceis de fazer.

Atualmente, se vê muitos artesões transformando garrafas de vidro em luminárias, mas em casa mesmo é possível fazer essa transformação. Além disso, se o rótulo for bonito, é possível deixá-lo no vidro. Para as luminárias, as garrafas de vinho são as mais elegantes, inclusive, as de formatos diferenciados.

Uma dica para iluminar é usar as luzes natalinas, do tipo pisca-pisca, sendo que basta inseri-las dentro da garrafa e ligar à tomada. É possível ainda acrescentar uma cúpula de abajur, para que de luminária a garrafa se transforme mais uma vez. O mesmo pode ser feito com garrafas de cerveja e de uísque, por exemplo.

Outra dica é, ao invés de colocar a cúpula, amarrar um laço grande e brilhoso ao redor do pescoço de uma garrafa de champanhe. No centro da mesa ou em cima do móvel vai ficar muito charmoso. Na hora de transformar as garrafas em luminárias outra dica é usar velas pequenas, com base maior, dentro das garrafas.

É preciso apenas retirar o fundo do recipiente, sendo que é possível fazer isso com um pouco de álcool, água e um pavio feito de barbante. Nesse caso, é possível decorar a sala com várias velas, cada uma dentro de uma garrafa. Uma base de pedra sob a garrafa deixa a decoração ainda mais sofisticada.

As garrafas podem iluminar corredores e escadas, em composições que reúnam recipientes de diferentes formatos, tamanhos e cores.

Mais dicas de decoração com garrafas

A garrafa de vidro pode ainda se tornar um castiçal. Para tanto, basta colocar uma vela comum no gargalo do recipiente. É possível deixar que a cera da vela desmanchada caia sobre o vidro e seque, criando um efeito ainda mais bonito. A ideia é perfeita para iluminar um jantar romântico.

Outra das dicas de decoração com garrafas muito simples é usá-las como vasos de flores. Com criatividade criam-se muitos arranjos, um diferente do outro. Para garrafas com gargalo fino é adequado usar uma única flor, de caule cumprido, como as rosas. Embora fiquem mais bonitos os arranjos com flores naturais, elas podem ser de plástico também.

Além das garrafas de vinhos, o mesmo dá para fazer com as de azeite e vinagre. Já para arranjos com mais flores, a dica é usar jarras e garrafas com gargalos maiores. Na onde de reutilizar, vale aderir aos potes de vidro.

Assim como as garrafas, eles podem ser reutilizados ao invés de irem para o lixo. Garrafas sem rótulos podem receber fitas, tecidos, tiras de ráfia e até mesmo pinturas coloridas.

COZINHAS PLANEJADAS PEQUENAS – DICAS DE DECORAÇÃO, FOTOS

As cozinhas planejadas pequenas são cada vez mais procuradas pelas pessoas que moram em apartamentos pequenos, o que é uma tendência das famílias modernas, devido à diminuição do número de integrantes e mesmo em decorrência dos seus hábitos que foram mudando com o passar nos anos. Atualmente, por exemplo,o mais comum é que as famílias não façam todas as refeições em casa e mesmo quando fazem nem sempre estão todos juntos, por isso, a cozinha americana tornou-se tão popular.

Isso faz com que não haja mais a necessidades daquelas cozinhas imensas como as iguais as das nossas avós. A cozinha pequena exige aproveitamento de espaço e por isso os móveis planejados são a grande solução, tornando o ambiente personalizado conforme as necessidades dos moradores. A cozinha planejada, dessa forma, oferece móveis em módulos, com poucos detalhes, puxadores discretos (ou mesmo a sua inexistência), mas sem deixar de lado o designer sofisticado, iluminação e ventilação.

Como montar cozinhas planejadas pequenas

Com algumas dicas você pode montar a sua cozinha planejada de forma que ela fique bem prática de utilizar e elegante. Se você estiver construindo fica mais fácil de montar a sua cozinha pequena do jeito que você quiser, escolhendo os locais estratégicos para ficar as tomadas, por exemplo, um detalhe muito importante.

Porém, mesmo reformando ou trocando os móveis aos poucos é possível montar cozinhas planejadas. O mais indicado é que você possa fazer um triângulo entre fogão, pia e refrigerador, o que dá agilidade às lidas domésticas. Porém, como muitas cozinhas, ainda mais de apartamentos pequenos, são em formato de retângulos compridos e estreitos, sem sempre isso é possível.

De qualquer forma, atente para que os móveis não atrapalhem a circulação, como a porta do refrigerador, que por ser um objeto maior é sempre o mais difícil de encaixar nas cozinhas pequenas. É recomendável, assim, que ele seja o primeiro a ter o seu local definido, depois a pia, que vai depender do local do cano e o fogão que vai depender da saída de gás (aconselha-se que o botijão não fique dentro da cozinha, se possível, em um local mais externo e arejado, como a área de serviço).

Se a cozinha tiver janela nem pense em tapá-la, ela deve receber ventilação e iluminação, embora se possam colocar luminárias para resolver esse problema, além de decorar com sofisticação. Os móveis em módulos completam os espaços vazios, sendo os profundos as melhores escolhas, pois conferem mais espaço. Os armários aéreos são muito práticos e podem ter detalhes em cores diferentes ou cromados para conferir um toque a mais na sua cozinha pequena.

DICAS PARA DECORAR COM MÓVEIS ANTIGOS

Uma forma de deixar a decoração mais bonita e diferenciada é o uso de móveis antigos, reaproveitando peças de forma criativa e investindo ainda em sustentabilidade. Para quem não sabe por onde começar para apostar nessa ideia, confira 5 dicas para decorar com móveis antigos.

Com ideias simples e práticas, você pode ao mesmo tempo inovar, praticar a sustentabilidade por meio do reaproveitamento e deixar cada espaço da sua casa com um pouco de história. Logo, as 5 dicas para decorar com móveis antigos permitirão que seus ambientes tenham um aspecto único.

DICAS PARA DECORAR COM MÓVEIS ANTIGOS

Lembre-se apenas que aqui constam apenas algumas dicas para reaproveitar móveis antigos, e não regras gerais de decoração. Você pode adaptar as sugestões de acordo com seu gosto pessoal, seu senso criativo e o ambiente de sua casa. De forma geral, as ideias ajudam para pensar em formas de decorar com móveis antigos, privilegiando simplicidade e praticidade.

5 dicas para decorar com móveis antigos

1. Preparação e limpeza

Você pode reaproveitar um móvel antigo com a customização do mobiliário, preparando os móveis adequadamente para receber qualquer aplicação necessária. Comece removendo os cupins, lixando a peça para garantir que ela não tenha nenhuma ranhura, além de eliminar parafusos e pregos desnecessários. A preparação exige tempo e paciência e caso você não tenha muita habilidade, é melhor levar para um profissional fazer.

2. Mudança da cor

Na hora de reaproveitar os móveis antigos, uma das ideias mais aplicadas é a de pintar a peça novamente. Você pode optar por cores diferenciadas, mas que ao mesmo tempo estejam em harmonia com a decoração do restante do ambiente. Tome também o cuidado de escolher a tinta certa para o móvel que você pretende personalizar, tendo em vista que existem diversos produtos específicos para mobília em madeira, metal e outros materiais.

3. Mudanças de tecidos

Para quem quer reaproveitar móveis antigos, apostar em novos tecidos é uma boa opção. Isso porque eles revestem o mobiliário, permitindo que as peças fiquem despojadas ou sofisticadas, dependendo apenas da estampa que você escolher. Porém, lembre-se de procurar um profissional para conseguir garantir um bom acabamento da peça, trocando a capa antiga pela nova.

4. Repaginando mais facilmente

Você pode usar adesivos para dar uma repaginada em um móvel antigo, mas é preciso bom senso para escolher o que deve ser aplicado. Adesivos costumam combinar mais com quarto de crianças, principalmente para disfarçar pequenas imperfeições ocasionadas por batidas, por exemplo.

Repaginar é tão eficiente como as colagens, que são a melhor forma de reaproveitar móveis antigos, necessitando apenas de cola líquida e revistas velhas. Não esqueça que é essencial focar nos temas que estão em sintonia com o seu perfil.

5. Disposição na casa

Ao dispor os móveis antigos em sua casa, não existem regras. Os móveis antigos, quando bem restaurados e conservados, combinam perfeitamente com qualquer estilo de ambiente, dando um toque diferenciado nos cômodos, principalmente em salas e cozinhas. Além disso, colocar um móvel antigo em uma parte da casa pode garantir um ar de nostalgia.

Portanto, é só seguir as nossas dicas para deixar aquele móvel antigo com cara de novo.

COMO FAZER A MANUTENÇÃO DE UM AQUÁRIO

COMO FAZER A MANUTENÇÃO DE UM AQUÁRIO

Peixes na sala de estar ou no escritório é um tipo de decoração que agrada muitos olhos, no entanto, é preciso saber quais são os cuidados necessários. Nesse sentido, as dicas de como fazer a manutenção de um aquário vai manter a saúde dos seus habitantes.

Os cuidados com um aquário são frequentes, sendo que diariamente, por exemplo, é necessário conferir algumas características. Entre elas, como está o funcionamento das bombas (oxigenação) e os aquecedores e termostatos para avaliar a temperatura.

Além disso, é possível identificar a saúde dos peixes, o que é feito ao observar se eles estão nadando como de costume, se possuem parasitas e como está o brilho das escamas. Já os cuidados semanais com o aquário consistem em verificar o pH da água, sendo que o melhor é que esteja neutro, inclusive, quando existem espécies diferentes.

É indicado também que a água do aquário seja trocada uma vez por semana, no entanto, ela nunca deve ser trocada em sua totalidade, apenas 30%. Já metade da água deve ser trocada quando for detectado algum nível de toxidade.

A manutenção do aquário quinzenal, aliás, engloba os testes de nitrito, nitrato e amônia para saber se a água contém alguma toxicidade. É importante ainda saber que o aquário nunca deve ser lavado, apenas o seu fundo, o que acontece na troca de água.

Mais dicas de como fazer a manutenção de um aquário

Além das manutenções periódicas realizadas no aquário, é importante que o responsável por ele esteja atento a outros cuidados. Entre eles, não dar ração demais aos peixes, sendo que isso pode ser percebido quando a água se torna turva, com aspecto esbranquiçado.

É importante ainda que a ração tenha boa qualidade e que os peixes sejam alimentados três vezes por dia com a quantidade indicada, sendo que não pode sobrar. Além de turva, o excesso pode causar doenças nos peixes. Quando a água apresenta essa característica pode ser sinal também de descuido quanto às trocas semanais.

O filtro também pode deixar a água leitosa se não estiver funcionando adequadamente. É importante que água usada no aquário, que pode ser de torneira, seja potável e tenha o cloro retirado. Para tanto, é preciso usar anti-cloro ou desclorificante.

Já na hora de colocar peixes novos no aquário é fundamental que eles estejam dentro do saco, o que vai evitar que morram devido à diferença de pH. Durante 20 minutos os peixes devem permanecer no saco, enquanto se adiciona aos poucos água do aquário na embalagem até que dobre de volume.

Mas se o aquário é novo, deve-se esperar uma semana para adicionar peixes, bem como seguir as recomendações de um centímetro de peixe para um litro de água.

DIVISÓRIAS E BIOMBOS, DICAS DE DECORAÇÃO, COMO ESCOLHER

De utilitárias, as divisórias e biombos passaram a integrar o roll de artigos decorativos mais desejados por muitas pessoas que gostam de investir nesse quesito. Os biombos podem continuar com a sua função de divisória, como tradicionalmente foi usado, mas isso não significa que ele não deve se agregar à decoração e deixar o ambiente super diferenciado.

Existe uma série de modelos e tipos de divisórias e biombos, sendo que eles saíram dos quartos e invadiram salas, cozinhas, banheiros, jardins e mais qualquer outro cômodo da casa. Assim como existem divisórias e biombos que lembram os tradicionais modelos, hoje em dia, é possível encontrar até mesmo portas sanfonadas que viraram biombos. O mesmo aconteceu com toda a sorte de materiais reciclados que se tornaram divisórias elegantes e moderas.

Como escolher e quando usar biombos e divisórias

DIVISÓRIAS E BIOMBOS

Atualmente, basta agregar ao ambiente um biombo ou uma divisória, sem que haja uma função utilitária. Como essas peças se tornaram artigos decorativos e por serem extremamente versáteis, é necessário apenas saber como harmonizá-los com os demais móveis e cores do cômodo.

Confira algumas dicas e ideias de como escolher e quando usar biombos:

– Os diferentes tipos de divisórias e biombos podem ser feitos a partir de uma porta antiga sanfonada. A dica nesse caso é pintá-la com uma cor forte e a dispor no jardim, com uma fonte ou outro objeto na sua frente, isso vai destacá-lo. Se ela estiver bem firme, pode pendurar pequenos vasos de flores.

– Quem possui a cozinha e a sala de jantar e mais ambientes em um único cômodo pode usar o biombo como divisória da cozinha com os demais espaços. Além de ter uma função muito útil, pode ser pintada com uma cor diferente para ficar em evidência, valorizando o ambiente.

– Na sala de jantar ou no quarto, o biombo revestido com espelhos, além de servir como espelho para se arrumar, ele vai conferir amplitude ao ambiente.

– Estão em alta os biombos que servem como cabeceiras da cama, deixam o ambiente muito sofisticado.

– O biombo pode ser instalado em um canto de uma sala e servir como artigo de decoração, podendo ter uma pintura, assemelhando-se a um quadro, ou funcionar para colocar gravuras ou fotos.

– Divisórias e biombos de vidro podem ser usados como artigo de decoração, conferindo modernidade ao espaço.

– Divisórias podem ser feitas, ainda, de janelas antigas, polipropileno, acrílico ou mesmo de círculos de feltro.

CUIDADOS ANTES DE REFORMAR IMÓVEIS ALUGADOS

CUIDADOS ANTES DE REFORMAR IMÓVEIS ALUGADOS

Nem sempre um imóvel se encontra exatamente da forma como imaginamos ou precisamos na hora de alugar o local, dando aquela vontade de investir em uma reforma. Entretanto, se você não pretende ficar muito tempo no imóvel alugado, nem é recomendável gastar com alterações, pois você irá aproveitar muito pouco o novo espaço. Além disso, existem vários outros cuidados antes de reformar imóveis alugados.

Cuidados antes de reformar imóveis alugados

1. Verifique o contrato

Um dos principais cuidados antes de reformar imóveis alugados é saber o que pode ou não ser mexido na estrutura da casa, além de deixar bem definido com o proprietário sobre quem irá arcar com as despesas dessas alterações. Antes de pensar em fazer qualquer coisa, lembre-se de checar o que está estabelecido em contrato no aluguel. Este documento define quais são as responsabilidades do inquilino e quais são os deveres do proprietário do imóvel. Em geral, é o dono do imóvel que arca com as mudanças estruturais, como um novo quarto ou consertos. Já no caso do inquilino, o mais comum é que quem aluga fique responsável pela manutenção do imóvel até o dia da devolução.

2. Diálogo com o proprietário

Outra sugestão entre os cuidados antes de reformar um imóvel alugado é falar com o proprietário sobre qualquer alteração. Mesmo que seja uma mudança simples, como pintura nas paredes ou troca de luminárias, você pode acabar arrumando um problema enorme e desnecessário se realizar essas alterações sem avisar o dono do imóvel.

Esse tipo de medida é fundamental para ter uma boa relação com o dono da residência. Se você conseguir autorização para realizar uma pequena reforma, também pode negociar com o proprietário uma forma de abater o valor gradativamente no valor do aluguel. Tome o cuidado de arrumar uma autorização por escrito do proprietário caso ele autorize a reforma e deixe esse documento sempre junto do contrato em anexo, diminuindo a chance de reclamações futuras e outros inconvenientes.

3. Evitando dores de cabeça

É possível que a locação de um imóvel seja realizada de forma tranquila, resultando em um bom negócio. Para o locador, a principal vantagem é a possibilidade de ter uma renda extra ao mesmo tempo em que deixa o imóvel fica ocupado. Por outro lado, o inquilino tem flexibilidade de escolher qual será sua moradia temporária, sem investir um valor muito alto, em comparação com a compra de um imóvel.

Para evitar conflitos, basta o inquilino cuidar do imóvel como se também fosse dele. Fique também atento aos seus direitos e deveres descritos no contrato, de modo que as cláusulas contenham todas as informações necessárias para mais satisfação para ambos durante a sua moradia no imóvel locado.

Se houver algum dano ou defeito no imóvel, comunique o locador o quanto antes, principalmente se for um problema na rede elétrica ou hidráulica, esgoto, telhado, vícios ocultos e imperfeições pré-existentes, que são de responsabilidade do proprietário do imóvel.

Ao cuidar do imóvel alugado como se ele fosse sua propriedade, você terá mais chance de continuar morando no local por mais tempo.